A Hooray Foods, marca de bacon à base de plantas, anunciou que levantou US$ 2,7 milhões adicionais em uma rodada seed

Quem investiu na empresa foi David Hoffmann (ex-CEO da Dunkin’), Lyra Growth Partners (empresa de capital de risco), Evolution VC Partners (empresa de venture capital), Gaingels (líder de investimentos em apoio a diversidade) e Sand Hill Angels (grupo de investidores anjos do Vale do Silício). 

Com o valor, a empresa irá expandir suas operações, dimensionando a produção para acompanhar o crescimento das vendas. Também utilizará parte da somatória  para lançar uma versão melhorada de seu bacon plant-based no ano que vêm, bem como criar novos produtos com sua tecnologia de emulsificação. 

Sri Artham, fundador da Hooray Foods, falou para a Food Engineering: “Mudar o que comemos, especificamente reduzindo o consumo de proteínas animais, é a medida mais fácil que qualquer pessoa pode tomar para ajudar a desacelerar a mudança climática. Hooray está aqui para fazer essa transição alegre e deliciosa”. 

Ele acrescentou: “Estamos muito gratos por ter o apoio do investidor para garantir que os consumidores tenham acesso a opções baseadas em plantas que são tão boas quanto as reais”. 

Desde o lançamento da marca, a empresa vendeu mais de 2 milhões de tiras de bacon à base de plantas, expandiu nacionalmente comercializando no Whole Foods Market — rede de supermercados multinacional dos EUA que vende produtos naturais —  além de ter entrado no mercado canadense recentemente. 

A entrada no mercado canadense aconteceu em novembro desse ano, o fundador falou em um comunicado: “Como canadense, estou muito animado para ‘trazer o bacon para casa’ e oferecer aos consumidores canadenses uma alternativa de carne deliciosa e exclusiva”.

O investidor David Hoffmann também deu uma declaração ao Food Engineering, relatando: “Estou ansioso para orientar a Hooray Foods conforme eles continuam a se expandir. Depois de testemunhar o apelo nacional de alternativas de carne em minhas funções anteriores em marcas de fast-food de alto nível, estou confiante que o bacon à base de vegetais da Hooray se tornará um item obrigatório nos cardápios de milhares de restaurantes de serviço rápido e restaurantes casuais”. 

Conforme dados da Spins, apontados pela Bloomberg, a venda de bacon à base de plantas aumentou 25%, isso é quase o dobro do bacon de origem animal no período de 52 semanas, encerrado em 18 de abril de 2021. 

Sobre a marca de bacon à base de plantas

Quer conhecer mais sobre a Hooray Foods?

A marca foi fundada por Sri Artham no ano de 2019, na cidade de São Francisco (EUA). Ele é graduado em Engenharia de Sistemas, com MBA pela INSEAD (The Business School for the World). 

O bacon da marca utiliza os seguintes ingredientes:  óleo de coco, farinha de arroz, amido de tapioca, fumaça líquida, tempero umami (cogumelos shiitake, sal, extrato de cogumelo, carbonato de cálcio), xarope de bordo e suco concentrado de beterraba. O produto não é geneticamente modificado. 

Sri Artham falou em uma comunicação: “Eu queria fazer algo que tivesse um impacto ambiental positivo. Embora eu não seja um chef ou um cientista de alimentos, estou na indústria de alimentos há muitos anos, então trabalhar para fazer a diferença ambiental parecia um bom lugar para começar”. 

Conforme a crunchbase — plataforma de informações comerciais sobre empresas privadas e públicas — a Hooray Foods levantou US$ 4,5 milhões no total.

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

10 motivos para se tornar vegano hoje

5 marcas brasileiras de hambúrgueres à base de plantas

Conheça 16 snacks veganos para experimentar

*Imagem: Divulgação Hooray Foods / via GlobeNewswire



por Amanda Stucchi em 1 de dezembro