A Impossible Foods revelou recentemente que está desenvolvendo leite vegetal, que se parece, tem gosto e se comporta como leite de vaca.  Ao mesmo tempo, lançou um projeto denominado “Projeto Investigador Impossível” para atrair cientistas importantes a contribuir para sua causa.

A nova alternativa ao leite de vaca à base de plantas da Impossible ainda não foi batizada com um nome oficial, (embora você provavelmente possa presumir com segurança que o “Impossible Milk” é uma opção que está sendo considerada).

Como o carro-chefe da empresa, Impossible Burgers, a nova alternativa ao leite da Impossible Foods é feita com proteínas estáveis ​​provenientes de plantas. A ideia é que se misture adequadamente com outros líquidos (como o café quente) sem formar precipitados que podem alterar a textura e a experiência de consumo; como também, possa ser batido em uma espuma e usado como ingrediente em outros produtos alimentícios; eliminando a necessidade modificar uma receita como geralmente acontece com outros substitutos.

De modo semelhante ao que acontece com os produtos análogos à carne da Impossible Foods, o objetivo da alternativa ao leite é preservar a experiência de consumir laticínios; incluindo textura, sensação e sabor, enquanto reduz a demanda por criação de animais. Ou seja, o Impossible Milk, ou seja qual for o nome que o novo produto será batizado, não será necessariamente um substituto do leite de soja ou de nozes. O objetivo da Impossible Foods é criar uma alternativa para quem quer deixar o leite de vaca para trás, mas não a experiência de consumi-lo.

A empresa não divulgou ainda o cronograma de lançamento, mas a notícia de que a Impossible Foods está desenvolvendo leite vegetal já foi suficiente para demonstrar que a empresa conseguiu explorar com sucesso sua pesquisa em mais do que apenas substitutos para carnes moídas. Mais importante ainda, permitirá que a empresa finalmente dê ao mundo um cheeseburger completo à base de plantas.

Por que substituir o leite de vacas por leites vegetais

Há uma infinidade de razões para substituir o leite de vaca por alternativas como leites de nozes, leite de aveia ou leite de soja. Aqui estão algumas dessas razões:

  • Alergia ao leite:  estima-se que de 3–8% das crianças com menos de três anos são alérgicas ao leite de vaca. Isso pode causar uma série de sintomas, incluindo erupções cutâneas, vômitos, diarreia e anafilaxia grave. Cerca de 20% permanecem alérgicos após os 16 anos.
  • Intolerância à lactose:  cerca de 75% da população mundial é intolerante à lactose, o açúcar encontrado no leite. Na verdade, essa é a norma, uma vez que não somos filhos de vacas. Mas há uma mutação genética nos outros 25% de nós, que fornece a enzima para quebrar a lactose.
  • Riscos de câncer:  O consumo regular de produtos lácteos tem sido associado ao câncer de próstata. A alta ingestão de produtos lácteos aumenta o risco de câncer de próstata; de acordo com uma revisão da literatura publicada em 2019 na Clinical Nutrition. Em outros estudos, o consumo de leite e derivados também foi associado ao aumento do risco de câncer de pulmão, câncer de mama e câncer de ovário. 
  • Saúde óssea: apesar do hype de marketing da indústria de laticínios, a pesquisa atual mostra que os produtos lácteos têm pouco ou nenhum benefício para a saúde óssea. De acordo com uma  análise publicada no British Medical Journal, a maioria dos estudos não mostra qualquer ligação entre a ingestão de laticínios e prevenção de fraturas de ossos. Outro estudo com mais de 96 mil pessoas descobriu que quanto mais leite os homens consumiam na adolescência, mais fraturas ósseas experimentavam quando adultos.  

A boa notícia é que existem muitas opções não lácteas disponíveis. Além de preparar o seu próprio leite, de forma sustentável e livre de qualquer aditivo ou processamento, você pode optar por produtos prontos. Conheça essas 30 marcas de leites vegetais disponíveis no Brasil.

Leia mais sobre a Impossible Foods, a plant based de US$ 4 bilhões.



por Nadia Ferreira Gonçalves em 21 de outubro