A Nestlé investiu na marca Sundial Foods, fabricante de asas de frango veganas, liderando uma rodada seed de US$ 4 milhões. Também participaram da rodada a Food Labs, Clear Current Capital, SOSV/ Indie Bio, entre outros.

A empresa tem uma tecnologia proprietária que permite simular um corte inteiro de carne, prometendo uma textura fibrosa, com músculos, pele e osso à base de plantas. Os ingredientes do alimento são os seguintes: água, grão-de-bico, proteína de grão-de-bico concentrada, óleo de girassol, soja, fermento nutricional e sal. Também contém glúten. 

Vale dizer que a empresa afirma que as asas de frango veganas não possuem sabor artificial ou produtos químicos sintéticos, além de classificá-la como um alimento limpo. 

A marca espera comercializar as primeiras asas de frango veganas nos restaurantes estadunidenses em 2022. A ideia é lançar na primavera do país (entre março e maio). 

Com o valor levantado, a Sundial Foods pretende aumentar a sua equipe de funcionários e começar a produzir o alimento no Rutgers Food Innovation Center, localizado em Bridgeton, no estado de Nova Jersey. 

A co-fundadora da Sundial Foods, Jessica Schwabach, disse em uma comunicação: “Nosso objetivo é fazer carnes que substituam o açougueiro, para que nosso produto possa ser apreciado como uma experiência central. Queremos dar aos consumidores — sejam vegetarianos, veganos, flexitarianos ou carnívoros — uma experiência alimentar de carne baseada em vegetais que seja interessante, desejável e versátil”. 

Po Bronson, sócio geral da SOSV e diretor-executivo da IndieBio, também declarou: “Fazer uma asa de frango alternativa super saborosa é apenas metade disso. Durante o programa IndieBio, a equipe da Sundial realmente se concentrou em automatizar sua produção e método de fabricação, onde teve várias inovações. Eles chegarão ao mercado mais rápido do que qualquer empresa na história da IndieBio”. 

Sobre a marca de asas de frango veganas 

Quer saber mais sobre a Sundial Foods? Vamos te contar!

As co-fundadoras Jessica Schwabach e Siwen Deng (PhD) se conheceram em 2019, por meio do programa Alternative Meats da Universidade da Califórnia, localizada em Berkeley, ali se interessaram pelo mercado à base de plantas.

No ano de 2020, elas participaram do Nestlé R&D Accelerator, programa de aceleração em Lausanne (Suíça), ali levaram a fórmula das asas de frango veganas da etapa de testes para à produção piloto. No final de 2020, também fizeram uma parceria com a marca vegetariana Garden Gourmet da Nestlé, onde fez um teste de lançamento com mais de 40 lojas varejistas da Suíça! 

Não é preciso dizer que a marca teve sucesso nesse teste, sendo que até o momento levantou US$ 4,25 milhões em investimentos. 

Os lançamentos da Nestlé e a parceria com a startup de carne cultivada

Recentemente, falamos sobre o relatório Appetite for Disruption que apontou que a Nestlé foi uma das empresas elogiadas pelo fato de ser “pioneira” na pesquisa e inovação das proteínas sustentáveis. Alguns dos lançamentos desse ano foram um kit kat vegano, camarão à base de plantas (feito de algas marinhas e ervilhas), e um ovo vegetal com proteína de soja. 

Outra novidade foi que a empresa fechou uma parceria com a Future Meat Technologies, startup de carne cultivada israelense, o objetivo é explorar os componentes desse tipo de carne e não comprometer o sabor e a sustentabilidade. 

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

10 motivos para se tornar vegano hoje

24 alimentos veganos: nutritivos, saborosos e econômicos

5 marcas brasileiras de hambúrgueres à base de plantas

*Imagem de capa: Divulgação Sundial Foods



por Amanda Stucchi em 22 de novembro