A ProFuse Technology, uma empresa de biotecnologia israelense que cria soluções para o crescimento muscular em carne cultivada, anuncia que recebeu um subsídio de €2.4 milhões do programa Transition do Conselho Europeu de Inovação (EIC).

O programa Transition do EIC, parte do Horizon Europe, ajuda startups a avançar e validar novas tecnologias enquanto fazem a transição do laboratório para ambientes de aplicação no mundo real. Selecionada entre centenas de candidatos, esta subvenção prestigiada reconhece a tecnologia de ponta da ProFuse e sua capacidade de transformar a produção de carne cultivada com aumentos de rendimento, ciclos mais curtos e custos reduzidos.

A subvenção do EIC permitirá à ProFuse aprimorar suas tecnologias de cultivo muscular, incluindo a expansão das capacidades de produção para produção de carne cultivada em larga escala, obtenção das aprovações regulatórias de segurança necessárias e fortalecimento das colaborações com outras empresas de carne cultivada.

Guy Nevo Michrowski, co-fundador e CEO da ProFuse Technology, compartilha: “A aprovação regulatória é um obstáculo crítico para a incipiente indústria de carne cultivada. Esta subvenção será fundamental em nosso último esforço para obter aprovação regulatória para o uso de nossos suplementos de mídia PROFUSE-Sx na produção em grande volume.”

Soluções para produção em larga escala

Nevo Michrowski e a CTO Tamar Eigler Hirsh fundaram a startup em 2021. Financiada pelo Fresh Start FoodTech Incubator, a ProFuse venceu a competição FoodTech 2021 de Israel. Em outubro de 2022, a ProFuse assegurou um investimento adicional de US$3 milhões, com o fundo americano Green Circle liderando o investimento.

Utilizando tecnologia baseada em seis anos de pesquisa no Tzahor Lab do Weizmann Institute of Science, a empresa desenvolveu e lançou dois produtos: o suplemento de mídia PROFUSE-S1, que acelera e otimiza o crescimento muscular cultivado, e a linha celular PROFUSE-B8, uma linha celular bovina de mioblastos “única” que se replica indefinidamente sem modificação genética.

A empresa afirma que essas tecnologias, juntamente com suportes, desenvolvidos em parceria com a empresa estoniana de tecnologia de materiais Gelatex, podem acelerar o crescimento muscular cinco vezes, permitindo a produção de carne cultivada em 48 horas e reduzindo o tempo usual em 80%.

Agora, após testar e comprovar com sucesso a eficácia de sua tecnologia com várias empresas que produzem carne cultivada, a ProFuse está buscando expandir e desenvolver ainda mais suas soluções.

Eigler Hirsh comenta: “A tecnologia da ProFuse, incluindo suplementos de mídia e linhas celulares musculares, possibilita uma redução significativa de custos na produção de carne cultivada, ao mesmo tempo em que melhora seu valor nutricional, textura e sabor. Esta subvenção nos permitirá refinar ainda mais nossa tecnologia para apoiar a produção de carne cultivada em grande escala.”

UE apoiando proteínas alternativas

A ProFuse Technology destaca a importância do financiamento governamental para impulsionar a inovação em setores como carne cultivada, que requerem investimentos de capital significativos. Também observa que a subvenção de €2.4 milhões demonstra o compromisso da União Europeia em apoiar o setor de proteínas alternativas.

Em março, a Comissão Europeia introduziu um plano para melhorar o setor de biotecnologia e biomanufatura, incluindo proteínas alternativas, com novas regulamentações, ações e investimentos.

Aviv Oren, Diretor de Engajamento Empresarial e Inovação do Good Food Institute Israel, compartilha: “O sucesso da ProFuse em garantir a subvenção do EIC destaca o papel significativo das partes interessadas governamentais no avanço de indústrias intensivas em CAPEX como proteínas alternativas, que desempenham um papel crítico na descarbonização da economia.”

Leia também:

Voyage Foods capta US$ 52mi para alimentos livres de alérgenos

Planta da Nosh.bio remodelada para produção de micoproteína

TurtleTree e Cadence Cold Brew lançam café expresso funcional

Por Vitor Di Renzo em 10 de maio
Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores