Os rumores sobre o IPO da Oatly começaram a se concretizar. Definitivamente, a Oatly anunciou registro de IPO!

Recentemente, Havre Global AB, empresa controladora de Oatly, anunciou o registro confidencial de uma oferta pública inicial com a Securities and Exchange Commission.

O número de American Depositary Shares-ADSs a serem oferecidos e a faixa de preço da oferta proposta ainda não foram determinados. A oferta pública inicial deverá ocorrer após a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos-SEC concluir seu processo de revisão, sujeita ao mercado e outras condições.

A empresa, que vende sua marca de produtos Oatly em mais de 20 países da Europa e Ásia, pode ser avaliada em mais de US$ 5 bilhões e contratou Morgan Stanley, JPMorgan e Credit Suisse como subscritores da oferta, disseram fontes à Reuters.

Oatly, cujo maior acionista é a empresa familiar belga de investimentos Verlinvest, apresentou seus documentos de registro sob regras que permitem que as empresas mantenham suas informações financeiras em segredo até pouco antes de começarem a comercializar o negócio. A Bloomberg News informou este mês que a empresa está considerando buscar uma avaliação de cerca de US$ 10 bilhões na listagem.

A Oatly foi fundada na década de 90 pelos irmãos Rickard e Bjorn Oste. Usando tecnologia baseada em pesquisas da Universidade Lund da Suécia, a empresa transforma aveia em uma bebida muito similar ao leite de vaca. Seus produtos continuam a atrair seguidores entre os bebedores de café com leite de Nova York a Xangai, graças às qualidades de que emulam o leite lácteo.

No ano passado, a empresa levantou US$ 200 milhões de investidores, incluindo Blackstone Group Inc. e Jay-Z. A rodada de investimento avaliou Oatly em cerca de US$ 2 bilhões, disse na época uma pessoa com conhecimento do assunto. A Verlinvest e o China Resources Group estavam entre os primeiros patrocinadores do Oatly, comprando uma participação não divulgada em 2016.

O mar à base de plantas

As empresas de alimentos e bebidas à base de plantas esperam explorar a crescente demanda dos consumidores por alternativas de produtos de origem animal. As ações da Beyond Meat são um bom exemplo do potencial deste mercado.

Embora a Oatly seja uma empresa muito diferente da Beyond Meat, olhar os gráficos de ações dessa empresa mostra um caminho potencialmente lucrativo à frente. A Beyond Meat abriu o capital inicialmente a US$ 25 por ação em maio de 2019. Em seu primeiro ano, o preço das ações chegou a US$ 138,95 . Mesmo durante as dificuldades no ano passado, quando as paralisações do serviço de alimentação relacionadas à pandemia do coronavírus afetaram as vendas da Beyond Meat, o preço de suas ações não caiu abaixo de US$ 50. Enquanto os investidores aguardam os próximos resultados trimestrais da Beyond Meat nesta semana, ela está sendo negociada a mais de US$ 147.

Das histórias de sucesso da indústria alimentícia que emergiram da pandemia, o leite de aveia é, sem dúvidas, o maior protagonista. O leite de aveia é agora o segundo leite de base vegetal mais popular nos Estados Unidos, de acordo com a SPINS.

Agora que você já sabe que a Oatly anunciou registro de IPO, leia também: Mercado de leite de aveia tem incrível ascensão mundial e Leite de aveia – novidades no mercado brasileiro



por Nadia Ferreira Gonçalves em 10 de março