Os calçados veganos Rider são produzidos com material reciclável e mantém o design e estilo da marca.

Ao longo dos anos a sustentabilidade é um tema que vem ganhando cada vez mais espaço. Afinal, o futuro da humanidade depende das ações que fazemos no presente. Em busca de diminuir o impacto ambiental, a Rider, uma das marcas do grupo Grendene, lançou uma nova linha de calçados veganos: o Programa Rider R4.

Desde 2011, a Grendene iniciou sua jornada para o desenvolvimento sustentável, criando possibilidades para uma produção cada vez mais consciente e responsável. Como parte disso, a Rider, conhecida pelos famosos chinelos de tira única nos anos 90, agora terá sua primeira coleção de calçados veganos, visando o menor impacto ambiental possível.

A iniciativa do Programa Rider R4, traz ações que buscam inovar na área ecológica e está centralizado em quatro frentes de sustentabilidade. Sendo elas, no viés econômico, o compromisso em ampliar o acesso a produtos de menor impacto ambiental, evidenciando uma busca constante por operações mais ecoeficientes, ou seja, que produzem mais e melhor, com menores recursos e resíduos. No âmbito social/cultural, o intuito é valorizar e incentivar a diversidade cultural das pessoas através da colaboração criativa.

A ideia do nome da campanha surgiu dos valores que a marca promove a partir dos 3Rs – Reduzir, Reutilizar, Reciclar e por último, foi adicionado o quarto R de recriar o futuro, através de desenvolver algo novo por meio de um design sustentável.

Calçados veganos Rider

Quatro sandálias clássicas e apreciadas da marca e dos consumidores foram reformuladas, agora com menor impacto ambiental. Confira abaixo as novidades:

Chinelo-rider-r4
Chinelos Rider R4. (Foto: Divulgação)

O tradicional chinelo Rider R4 é a evolução do clássico R1, recriado a partir de um impacto ambiental ainda menor. Essa versão é feita com 81% de material reciclado. Após sua vida útil, é 100% reciclável.

Rider-r4-slide
Rider R4 Slide. (Foto: Divulgação)

Recriado a partir do modelo Slide da marca, o Rider R4 Slide é fabricado com 82% de material reciclado em nossas fábricas e é 100% reciclável após o uso.

Rider-free
Papete Rider Free. (Foto: Divulgação)

A Papete Rider Free foi repensada para diminuir seu impacto ambiental. Usa materiais com 21% do carbono de fonte renovável e o solado é composto por 30% de material reciclado. As tiras são feitas de tecido produzido a partir de garrafas PET recicladas.

rider-r4-next
Papete RNext Rider. (Foto: Divulgação)

A icônica Papete RNext em sua versão mais eco-friendly. Além das tiras em tecido feito a partir de garradas PET recicladas, a confortável palmilha em EVA agora é produzida com EVA biobased contendo 64% de carbono de fonte renovável.

Segundo Lorenza Zonatto, designer responsável pelo projeto, destaca que as estampas tiveram influência do estilo streetwear e se baseiam-se na natureza e suas formas orgânicas. Uma novidade do produto, é que na tira do calçado, contém um QR code, que ao ser acessado, traz todas informações sobre os produtos da coleção, tal como o Programa R4, de forma acessível, fácil e interativa.

Pensando desde a fabricação do produto à chegada ao consumidor final, as sandálias são vendidas em embalagem de papel reciclado, além de que a grafia aplicada na estampa, utiliza menos tinta em 90% se comparada à embalagem anterior. E no final de sua vida útil, os calçados Rider, poderão ser descartados em pontos de coleta seletiva ou nos mais de 300 clubes da Melissa espalhados pelo Brasil.   

Leia mais sobre calçados veganos:

9 marcas de calçados veganos: conforto e elegância sem crueldade

Jaden Smith lança tênis vegano em parceria com a New Balance



por Isabella Milena Nascimento da Cunha em 12 de janeiro