A AMSilk, inovadora em material de seda vegana de base biotecnológica, anunciou uma colaboração com a BRAIN Biotech, líder no desenvolvimento e fabricação de soluções e produtos de base biológica, para desenvolver fibras veganas de alto desempenho para têxteis e outras aplicações.

De acordo com a AMSilk, sua parceria com a BRAIN Biotech alavancará sua experiência para otimizar propriedades específicas de proteínas estruturais necessárias para o desenvolvimento de um novo tipo de fibras resistentes.

Os dois pioneiros da bioeconomia alemã disseram que estão se unindo para revolucionar o mercado de materiais de desempenho com novos materiais sustentáveis biofabricados que podem substituir as fibras têxteis à base de petróleo, uma fonte primária de microplásticos e roupas de moda não biodegradáveis. “Produtos biofabricados têm um enorme potencial como soluções de materiais sustentáveis para o futuro.”

Soluções veganas de base biológica

Recentemente transferida para o Campus Neuried em Munique, a AMSilk é a primeira fornecedora industrial do mundo de proteínas de seda veganas. Os materiais biotecnológicos da empresa são baseados em proteínas estruturais de carbono renováveis, 100% biodegradáveis e livres de microplásticos.

As proteínas da seda da empresa de base biológica são usadas em aplicações como pós, hidrogéis, fibras e revestimentos. Anteriormente, em janeiro de 2022, a Mercedes-Benz e a AMSilk anunciaram uma colaboração para desenvolver puxadores de porta inovadores e sustentáveis com tecido da AMSilk.

Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores

Além disso, um estudo descobriu que os revestimentos de seda de aranha da AMSilk podem prevenir a inflamação e reduzir as complicações pós-operatórias cirurgias. A empresa já conhecida por colaborar com a Adidas por seus sapatos de seda de aranha sintéticos e biodegradáveis.

De acordo com o Dr. Andreas Schmideder, diretor de oportunidades e desenvolvimento de negócios da AMSilk: “Acreditamos ter encontrado o parceiro tecnológico ideal para expandir nossa plataforma de proteínas na BRAIN Biotech. Além da experiência no desenvolvimento de proteínas, o objetivo da colaboração – um futuro sustentável por meio de soluções biológicas – permite uma colaboração inspiradora e bem-sucedida.”

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também:

Bélgica: 11% dos belgas não comem carne e 31% são flexitarianos

Conheça diferentes alimentos feitos à base de tremoço!

Mercado de presunto vegano deve crescer mais de 100% até 2028

Imagem ilustrativa de capa: Divulgação AMSilk

Por Ana Cristina Gomes em 13 de fevereiro