Seja muito bem vinda, bem vindo, ao meu texto com sugestões para a construção de um pitch deck vencedor. Meu nome é Christian ‘Crica’ Wolthers, sou fundador do Vegan Business e investidor anjo em negócios veganos e plant-based (conheça meu portfólio de investidas aqui). Como investidor converso com muitos founders e vejo que existem muitas dúvidas como apresentar seu negócio para potenciais investidores. Por isso resolvi escrever esse texto e compartilhar as minhas sugestões por aqui.

Quando você está buscando funding, ou seja, levantando dinheiro para seu negócio, ter um pitch deck (também conhecido como investment deck ou apenas deck) eficiente e atraente é uma ferramenta essencial. Um deck bem feito atrai o interesse de potenciais investidores e abre caminhos para uma conversa mais aprofundada sobre o negócio e possivelmente um investimento.

O pitch deck tem como objetivo apresentar o seu negócio de forma simples, no entanto, com as informações mais relevantes para a tomada de decisão do investidor.

Na média, pitch decks tem entre 10-15 slides. Aqui vão as minhas sugestões de slides para o seu pitch deck:

1. Visão e proposta de valor: resuma esses dois itens, mesmo que em apenas uma frase. Evite comparar seu negócio com outros e fuja de afirmações vazias; seja objetivo.

2. Problema: qual problema o seu negócio resolve? Por que o mundo precisa do seu produto ou serviço?

3. Solução: descreva de forma objetiva como você resolve o problema acima e procure também falar sobre como pode ser escalável.

4. Mercado e oportunidade: quem é seu cliente/consumidor ideal? Qual o tamanho do mercado e da sua potencial fatia?

5. Modelo de negócio: Como você monetiza seu negócio?

6. Tração: em qual fase está seu negócio? Seu produto ou serviço já foi lançado? Já está gerando receita?

7. Competição e vantagens competitivas: quais são seus concorrentes e o que diferencia o seu negócio do negócio deles?

8: Estratégia de marketing e vendas: como você vai escalar o seu negócio? Quais ações e ferramentas serão utilizado para crescer as vendas do seu produto/serviço?

9. Time: quem são as pessoas por trás do negócio? Qual o track record de vocês? Caso tenha investidores ou advisors importantes para o negócio vale incluir nesse slide.

10: Finanças: relatórios de venda, lucro e perdas, fluxo de caixa, etc., tudo deve estar no seu pitch deck.

11: Tamanho da rodada: Quanto você vai levantar e para onde vai esse dinheiro? E a qual valuation?

E aqui vão algumas sugestões adicionais:

Mantenha a simplicidade: muitas vezes, quanto mais sucintas as informações, mais você consegue segurar a atenção do interlocutor.

Crie uma narrativa: além dos fatos, procure contar uma história. Pela minha experiencia, quanto mais verdadeira e autêntica seja essa história, melhor.

Prepare-se para perguntas adicionais: pela minha experiencia, raramente o investidor queira investir após ler o pitch deck. Muitas vezes vai ter perguntas adicionais sobre o negócio, o time fundador e a visão dos mesmos.

Caso você esteja levantando capital para o seu negócio vegano ou/e plant-based, fique a vontade para compartilhar seu deck comigo pelo LinkedIn ou por e-mail (disponível no cricawolthers.com).

No Vegan Business apoiamos empresas e empreendedores em todo o ecossistema com fundraising. Nós somos a primeira plataforma de Equity Crowdfunding 100% focada no mercado vegano e plant-based, aprovada pela CVM.

Caso você busque investir nesse mercado, cadastre-se por aqui que vamos entrar em contato para falar das oportunidades!

Por Christian 'Crica' Wolthers em 16 de novembro