A Tiny Organics é uma marca de alimentos infantis plant-based, que levantou US$ 11 milhões na Série A. Esse investimento foi liderado por Springdale Ventures, um fundo de capital de risco, que afirma em sua página: “Estamos fazendo parceria com fundadores decididos, que estão buscando suas paixões e ajudando-os a criar marcas significativas e sustentáveis”. Além dessa empresa, outras participações foram a Silas Capital, InvestEco, Babylist, Human Ventures, VegInvest, Gaingels, XFactor Ventures, Natureza e Howard Morgan. 

Outros investidores também apostaram na marca novamente, sendo esses:  Rocana Ventures, Chingona Ventures, Bonin Ventures, Gary Vaynerchuk, Liz Lange e Elizabeth Street Ventures. Sobre o investimento, a co-founder e sócia geral, Genevieve Gilbreath, da Springdale Ventures, empresa que liderou a rodada, disse ao Vegconomist: “A visão da Tiny Organics no mercado é convincente […] mudando de purês açucarados para uma base completa, saborosa e rica em nutrientes, com refeições que são convenientes e abrangentes para os pais modernos”. 

As fundadoras da marca, Betsy Fore e Sofia Laurell também disseram ao veículo: “A Tiny Organics acredita profundamente que as plantas são remédios e os blocos de construção para que os filhos se tornem as versões mais saudáveis ​​de si mesmos […] a Tiny Organics ajudou a desenvolver o amor de nossos filhos por vegetais e alimentos saudáveis ​​e nutritivos”, dizendo também que desejam tornar a alimentação de crianças e bebês mais fácil e conveniente para seus pais. 

Com o investimento a equipe aumentará, e o valor também será utilizado na construção de marca e consciência do cliente, além do desenvolvimento de novas categorias de produtos e canais de vendas. 

Sobre a marca de alimentos infantis Tiny Organics 

A empresa Tiny Organics foi fundada em 2020, na cidade de Nova York nos Estados Unidos, distribuindo os produtos em todo o país (exceto Havaí e Alasca), foi criada por duas mulheres que são mães, chamadas de Betsy Fore e Sofia Laurell. Alguns dos diferenciais da empresa é que a comida é 100% orgânica, plant-based e livre de alergênicos, não contendo leite, ovos, peixes, crustáceos, nozes, amendoim, trigo ou soja, mas, em algumas refeições, há a inclusão de coco. Porém, é necessário avisar que, apesar da empresa não utilizar ingredientes que são alergênicos, os alimentos são fabricados em instalações que também os processam. 

Marca de alimentos infantis: co-fundadoras
Imagem das fundadoras (Betsy Fore na esquerda e Sofia Laurell na direita): Divulgação da Tiny Organics

A marca de alimentos infantis também valoriza a ciência, pois é membro da Food and Nutrition Innovation Council, que faz parte da Friedman School of Nutrition Science and Policy e da Tufts University, sendo que o professor da Friedman School e Doutor em Saúde Pública, Dariush Mozaffarian, atua como consultor científico da Tiny Organics. Todas as refeições também são feitas por chefes de cozinha, com uma equipe de nutricionistas neonatais. 

Para os pais receberem as refeições, precisam responder perguntas rápidas sobre seu filho, assim, a empresa apresenta os alimentos recomendados, depois, os responsáveis escolhem quais alimentos gostariam de receber e quantas refeições, como um modelo de assinatura. 

Algo que também vale a pena mencionar é que a marca possui uma parceria com a Plastic Pollution Coallition, por conta disso, se tornou quase totalmente livre de plásticos e pretende, ainda nesse ano, não utilizar nenhum tipo de plástico em seus produtos. Além disso, a empresa disse em suas dúvidas frequentes: “Nossa caixa externa é totalmente reciclável e nosso isolamento verde é biodegradável, basta abrir o invólucro de plástico e colocar a espuma verde debaixo d’água na pia”. Provando que, além de saudável, também é sustentável.

Opção aqui no Brasil

Para quem deseja oferecer ao seu filho(a) uma alimentação plant-based de qualidade, já falamos aqui no Vegan Business sobre a opção da A Tal da Castanha, com produtos inteiramente feitos de vegetais, com ingredientes reais e não artificiais, gerando um impacto positivo na sociedade, no meio ambiente e na economia. 

Atualmente, a marca oferece bebidas vegetais, pastas, snacks, mini — um lanche para os pequenos — e um produto chamado de barista, um leite sem lactose e vegano para seu café.

Para comprar os produtos da marca é possível acessar seu e-commerce

Aproveite e leia também: 

Alimentação vegana para crianças 

Bebidas de arroz e suas vantagens na alimentação diária

*Imagem de capa: Divulgação da Tiny Organics / via Vegconomist



por Amanda Stucchi em 5 de julho