Inaugurado em dezembro de 2020, o Bungalow Plant-Based Sushi trouxe um novo conceito mundial para Santos. O restaurante oferece uma experiência gastronômica para o público, com proposta de dark-kitchen. Depois do sucesso em Santos a Bungalow agora se prepara para conquistar novos mercados.

Christian ‘Crica’ Wolthers apoiou o fundador, Daniel Müller, em uma rodada seed de investimento, para que o Bungalow Sushi fosse lançado no ano passado. Agora, Grant Lingel se une a estes com um novo investimento. O capital arrecadado será utilizado para executar o projeto de expansão, que se iniciará por São Paulo já no final do ano.

Em conversa exclusiva com o Vegan Business, Grant Lingel afirmou que já estava a procura de negócios plant-based para investir no Brasil.

“Já ajudei outras empresas e ONGs em relação a estratégia de marketing digital, mas ainda não havia encontrado uma empresa ideal para entrar como investidor, até conhecer o Daniel da Bungalow e o Crica, que fez a ponte. A empresa é nova e já tem uma marca forte em Santos, com muito potencial para aproveitar esse sucesso e replicar em outras cidades, assim, ser uma marca reconhecida no Brasil todo”, disse Lingel.

Daniel Müller também nos contou sobre sua animação com o novo investimento:  “Eu fico muito satisfeito com os impactos e as impressões positivas que o Bungalow vem recebendo em tão pouco tempo desde sua inauguração. O Grant é um parceiro estratégico que vem pra dar ainda mais tração e visão estratégica para disseminarmos a marca do restaurante pelos quatro cantos do Brasil. Estou muito empolgado em ter duas pessoas como o Crica e o Grant no board de investidores e agora mais do que nunca, temos tudo para dar certo.”

Expectativas para o mercado plant-based brasileiro nos próximos anos

O mercado plant-based brasileiro tem atraído a atenção de investidores. Segundo Grant Lingel em breve vai bombar!

“Já está crescendo muito e agora é só o início. Estou muito empolgado pensando no futuro do mercado plant-based aqui no Brasil. Uma coisa que eu vejo aqui que eu não vejo lá no meu país (EUA) é que as pessoas aqui são mais curiosas sobre o mundo plant-based, até a galera que ainda come produtos de origem animal. Isso é muito interessante. Além disso, e o fato de cada dia mais empresas lançando nessa área, mostra que tem uma onda chegando aqui e está só começando agora.”

De fato, o consumo de produtos plant-based está gradualmente se tornando tendência por aqui. A oferta de opções diferenciadas, como as do Bungalow Sushi, chegam para mostrar que a alimentação plant-based pode ser tão saborosa e sustentável quanto saudável.

Investimentos e o futuro de nossos sistemas alimentares

Não restam dúvidas de que a democratização de investimentos em negócios plant-based é crucial para que este mercado se desenvolva, impactando diretamente nossos sistemas alimentares. Neste contexto, Lingel também falou ao Vegan Business sobre a importância de investir na categoria.

”Precisamos normalizar produtos veganos para mostrar para quem não é vegano/vegetariano que esses produtos são maravilhosos e bem saborosos (além de ser bem mais saudável!). Isso vai além de comida também. Produtos de beleza, cosméticos etc. também estão em crescimento no segmento plant-based. Apoiando pequenas empresas não só com recursos financeiros mais entendimento de marketing, vendas, crescimento e como escalar é importantíssimo para os novos empreendedores que tem ideias maravilhosas, mas ainda não tem a experiência em criar um negócio de sucesso.”

Algo me diz que em breve teremos um bum de novas notícias sobre investimentos no mercado plant-based brasileiro. Por conseguinte, mais negócios veganos se expandindo. Enquanto isso, podemos nos deliciar com as imagens no Instagram do Bungolow Sushi.

Leia também: Bungalow Plant-Based Sushi é inaugurado em Santos e Crica Wolthers, fundador do Vegan Business, e Veg Capital são destaque em matéria na CNN Brasil



por Nadia Ferreira Gonçalves em 26 de março