A Pluri, empresa israelense listada na Nasdaq (PLUR) e na TASE (PLUR), anunciou que sua subsidiária de carne cultivada, Ever After Foods, anteriormente conhecida como Plurinuva, captou US$ 10 milhões em uma rodada com investidores estratégicos dos EUA e da UE. Entre os investidores estão o Grupo Tnuva de Israel e a própria Pluri, que fizeram um segundo investimento na empresa.

Com o novo capital, a Ever After Foods pretende impulsionar sua plataforma tecnológica para se tornar uma facilitadora para produtores de carne cultivada. A empresa afirma ter desenvolvido uma plataforma de biorreatores de ponta, capaz de produzir alimentos cultivados com escalabilidade e custo-benefício incomparáveis.

Eyal Rosenthal, CEO da Ever After Foods, comentou: “A plataforma de produção única e inovadora da Ever After Foods permitiu a mudança em nosso modelo de negócios. A transição para um facilitador tecnológico nos permitirá atender mais players na cadeia de valor.”

“Garantir investimento de novos parceiros globais é um testemunho da dedicação incansável de nossa equipe para resolver as principais barreiras de produção rumo a uma indústria de carne mais sustentável.”

Redução de 90% nos custos

A Ever After Foods, apoiada pelo gigante alimentício Tnuva, aproveita a tecnologia e a propriedade intelectual da Pluri (direitos de licenciamento) para desenvolver, fabricar e comercializar carne cultivada. Com o novo investimento, a Pluri estendeu a licença para incluir frutos do mar.

Yaky Yanay, Presidente e CEO da Pluri, afirmou: “Em apenas dois anos, nossa subsidiária transformou o setor de carne cultivada, destacando a inovadora tecnologia de expansão celular 3D da Pluri. A Pluri está dedicada ao sucesso da Ever After Foods, e este marco reflete nosso compromisso contínuo com a inovação e excelência.”

No ano passado, a Ever After Foods lançou uma plataforma piloto de biorreatores capaz de produzir 10 kg de massa de carne cultivada em vasos de 35 litros. Esses biorreatores são capazes de gerar até seis vezes mais proteína e 700 vezes mais lipídios por célula em comparação com outras plataformas de tecnologia de carne cultivada. Segundo a empresa, essa eficiência permite aos fabricantes reduzir os custos de produção em mais de 90%, ao mesmo tempo que aumenta significativamente a produtividade.

Após um ano trabalhando em um modelo B2B, a empresa relata que fez rápidos progressos, demonstrando a capacidade da plataforma de cultivar tecidos musculares e gordurosos de diferentes células animais, oferecendo produtos com o sabor, sensação e textura da carne derivada de animais.

Haim Gavrieli, Presidente do Conselho do Grupo Tnuva, comentou: “O investimento conjunto de empresas multinacionais globais, juntamente com a Tnuva e a Pluri, na plataforma tecnológica única da Ever After Foods, sua equipe e visão, destaca o papel crítico da colaboração para garantir um sistema alimentar global sustentável e seguro.”

“A forma como o mundo produz e consome carne mudará significativamente na próxima década, trazendo muitas oportunidades para os players de carne cultivada. Como o principal grupo de proteínas alternativas em Israel, a Tnuva reconhece a imensa importância do contínuo investimento no foodtech israelense em geral, e particularmente no campo da carne cultivada.”

Confira a matéria publicada na vegconomist.

Leia também:

DST desenvolve tecnologia para produção de carnes plant-based

Tender Food capta US$ 11 milhões para “substituir” extrusão e pecuária

FAIRR e Universidade Tufts lançam guia sobre proteínas e nutrição para investidores

Por Vitor Di Renzo em 19 de junho
Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores