Você tem uma ideia de negócio, mas não sabe ao certo como empreender no mercado vegano?

Então, neste artigo você encontrará um passo a passo em quatro etapas simples para começar e abrir de vez o seu negócio vegano.

Inicialmente, estas são as etapas que você executará para se tornar um empreendedor no mercado vegano:

  • 1. Definição do setor ou nicho
  • 2. Pesquisa de mercado
  • 3. Educação em negócios
  • 4. Início das operações

1. Definição do setor ou nicho

O primeiro, e mais óbvio, passo é encontrar qual setor ou nicho pretende trabalhar. Muitas pessoas querem se tornar empreendedores e aproveitar o crescimento do mercado vegano, mas não sabem exatamente em que setor se envolver.

Essa etapa é importante porque para saber como empreender no mercado vegano você precisa, inicialmente, entender que é um mercado amplo.

Por exemplo, há os clientes veganos, que se preocupam, além da composição dos produtos, com a ética do negócio; os vegetarianos estritos, que tendem a limitar seu interesse na lista de ingredientes; e os flexitarianos, que desejam uma opção mais saudável para a alimentação

De fato, ajudará se você ama seu nicho. Para ter mais chances de sucesso, é interessante que você se identifique com suas escolhas. Eventualmente, o dinheiro não será um motivador grande o suficiente para mantê-lo trabalhando muitas horas por semana para sustentar os negócios. Você precisará de mais do que dinheiro para mantê-lo motivado, precisará de um propósito. Então, encontre-o.

2. Pesquisa de mercado

Você também deve pesquisar o mercado disponível, analisando a área de demanda e necessidade.

Talvez você queira abrir um bom restaurante vegano em sua cidade natal. Há público suficiente? Há outros restaurantes veganos de sucesso? Os clientes locais podem se dar ao luxo de comer em um restaurante sofisticado ou preferem um lugar mais moderado para comer? Eles gostam de comida vegetariana?

Encontrar as respostas para essas perguntas e muito mais será essencial para o seu sucesso a longo prazo.

3. Educação em negócios

Existe um mito comum na cultura popular de que empreendedores bem-sucedidos são autodidatas não estudam. No entanto, se você quer mesmo ser um empreendedor de sucesso precisa estudar sobre pessoas e negócios, aprender mais e mais a cada dia e colocar em prática seus aprendizados.

Portanto, nada de se acomodar: estude, estude, estude.

Existem três tipos de educação que você deve considerar ao encarar uma vida como empreendedor. Embora isso possa não ser essencial para o seu trabalho, certamente não prejudicará suas chances de sucesso a longo prazo.

Educação em seu setor de atuação

O primeiro tipo de educação a considerar é algo diretamente relacionado ao setor de trabalho.

  • Se você está procurando abrir uma fábrica de queijos vegetais, obviamente precisará estudar assuntos relacionados ao manuseio e preparo de alimentos.
  • Pensando em ser um estilista vegano? Precisará estudar o mercado e fazer treinamento sobre fios e tecidos isentos de produtos animais.
  • Deseja administrar um restaurante? Então o treinamento em serviços de alimentação será útil. Bem óbvio, certo?

Cursos de Empreendedorismo

Depois de entender o seu setor de atuação, pode ser bem interessante buscar por cursos de negócios e empreendedorismo empreendedor.

Os cursos de empreendedorismo, como os do Sebrae e meuSucesso.com são uma ótima maneira de aprender de forma rápida e barata as habilidades básicas necessárias para iniciar um novo negócio.

Cursos mais curtos de empreendedorismo podem ser concluídos rapidamente e também são úteis para iniciar com êxito um novo empreendimento. Além do mais, te darão capacidade de obter visão sistêmica dos negócios num curto espaço de tempo.

Educação relacionada a finanças

Todo empreendedor, de proprietários de cafés a startups globais, precisa ser versado em administração financeira, impostos e outros tópicos relacionados. Você não precisa necessariamente de um mestrado em economia, mas uma base educacional em finanças certamente ajudará.

Se educar em finanças poderá fazer toda a diferença na administração dos negócios. Tudo isso porque, te preparará para enfrentar os desafios diários de uma carreira de empreendedor.

4. Início das operações

Muitos aspirantes a empreendedor pensam que um crescimento rápido é o sinal de um negócio bem-sucedido. No entanto, a maioria das empresas é construída lentamente, ao longo de anos e até décadas. Portanto, especialmente se você é iniciante no mundo do empreendedorismo, comece devagar.

Começar devagar permite que você aprenda e faça ajustes antes de mergulhar de cabeça nos negócios. Lidar com novas situações fornece um treinamento valioso sobre empreendedorismo no trabalho, que você não receberá em nenhum nível formal. Em muitos casos, os empreendedores mantêm seus empregos diários enquanto constroem o negócio em seu tempo livre.

Enfim, se julgar necessário, encontre um mentor para te apoiar. Pode ser algum conhecido de sucesso, confiável e com disponibilidade para te ajudar. Os mentores fornecem orientação com base em seus erros e sucessos comerciais anteriores, podem aconselhar e avaliar sua estratégia de negócios e oferecem uma perspectiva diferente sobre a abordagem da sua empresa.

Gostou desses 4 passos simples sobre como empreender no mercado vegano? Confira também essas 13 ideias de negócios veganos e esses negócios veganos on-line.



por Nadia Ferreira Gonçalves em 12 de junho