A UPSIDE Foods, pioneira na introdução de carne cultivada nos EUA, anuncia uma degustação gratuita e exclusiva de seu frango cultivado em Miami, no dia 27 de junho, a partir das 18h30 (horário local).

O evento tem como objetivo celebrar a “liberdade alimentar” e permitir que os moradores da Flórida provem carne cultivada antes da entrada em vigor da lei que proíbe a produção e venda desse tipo de carne no estado, a partir de 1º de julho de 2024.

Os participantes poderão degustar o frango cultivado da UPSIDE em ordem de chegada. O endereço do evento não foi divulgado; para obtê-lo, entre em contato pelo e-mail [email protected].

Dr. Uma Valeti, CEO e fundador da UPSIDE Foods, comentou: “Acreditamos que a carne cultivada é essencial para o futuro da alimentação e que as pessoas devem ter o direito de escolher o que colocam em seus pratos.

“Esta lei ignora especialistas em segurança alimentar, limita a escolha do consumidor e sufoca a inovação americana. É um retrocesso para o progresso, a criação de empregos e o potencial da Flórida em uma nova indústria. Acreditamos em um futuro onde todos tenham acesso a opções alimentares deliciosas, e este evento é nossa forma de mostrar o que é possível,” continuou.

Degustando o futuro

O evento contará com a presença do renomado chef de Miami, Mika Leon, personalidade da TV e proprietário do restaurante Caja Caliente, além do mixologista Gio Gutierrez. Segundo The Cell Base, o Chef Leon irá preparar cerca de 75 porções de degustação do filé de frango cultivado da UPSIDE ao estilo cubano, com o prato final ainda a ser anunciado.

Chef Leon comenta: “Tendo tido a oportunidade de trabalhar com o frango cultivado da UPSIDE, posso afirmar que seus produtos são deliciosos. Da aparência ao aroma e sabor, seus produtos oferecem a mesma experiência que se espera do frango. Como chef, adoro a ideia de preservar os alimentos que amamos enquanto usamos a inovação para criar um futuro alimentar melhor.”

Uma proibição ao progresso

O governador DeSantis sancionou o projeto de lei em maio, tornando a Flórida o primeiro estado dos EUA a criminalizar a carne cultivada. O Alabama seguiu o exemplo, tornando a “carne falsa” também ilegal no estado. Enquanto isso, Iowa aprovou legislação regulando a rotulagem de carne cultivada e produtos alternativos de carne.

“Esta política não afeta apenas a carne cultivada, mas também sufoca o progresso em biotecnologia, ciências da vida e outras indústrias inovadoras.”

O evento da UPSIDE é coorganizado com a The Brick & Timber Collective, uma importante empresa imobiliária com propriedades em São Francisco, Los Angeles e Miami.

Jesse Feldman, sócio da Brick & Timber Collective, afirmou: “A proibição estadual da carne cultivada é míope e prejudicial ao ecossistema tecnológico. Esta política não afeta apenas a carne cultivada, mas também sufoca o progresso em biotecnologia, ciências da vida e outras indústrias inovadoras que podem prosperar aqui. Opor-se a tais políticas é crucial para proteger a Flórida e Miami como vibrantes polos tecnológicos.”

Confira a matéria publicada na vegconomist.

Leia também:

Restaurante com estrela Michelin criou um menu degustação vegano

Clextral desenvolve tecnologia para cortes plant-based realistas

A visão de Uma Valeti sobre o futuro da alimentação

Por Vitor Di Renzo em 22 de junho
Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores