A JBS, empresa do setor de alimentos, está investindo no desenvolvimento de carne cultivada!

Produzida a partir de células animais vivos, a carne cultivada necessita de biorreatores para sua produção.

Dessa forma, a empresa tem como objetivo da empresa começar a comercializar a carne produzida em laboratório, a partir de 2024. Além disso, a empresa pretende criar um centro de desenvolvimento no Brasil.

Carne cultivada

A empresa planeja investir cerca de US$ 100 milhões, entre 2021 a 2025, o principal objetivo é se estabelecer como uma das principais fabricantes de carne cultivada do mundo.

Utilizando parte desse valor, a JBS adquiriu 51% do capital social da BioTech Foods, empresa espanhola de carne cultivada.

De acordo com Eduardo Noronha, diretor global da unidade de negócios de valor agregadoda JBS, em entrevista à EXAME Invest: “Considerando a projeção de crescimento populacional e a perspectiva de a demanda de proteína crescer 70%, entendemos que como a maior produtora de alimentos do mundo temos que oferecer essa alternativa”

Uma sede da JBSBiotech Innovation Center será instalada em Santa Catarina e do valor total investido pela empresa, US$ 60 milhões serão destinados para o desenvolvimento da produção da carne cultivada no Brasil.

A empresa faz uma projeção de que inicialmente a produção será de 1.000 toneladas, podendo alcançar 4.000 toneladas no médio prazo.

A regulamentação do produto varia muito, ou seja, cada país possui uma abordagem para regulamentar desse produto alimentício. 

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também:

Lululemon lança camiseta de feita de nylon à base de plantas

Desperdício de alimentos representa 50% dos gases do efeito estufa

Portugal: venda de alimentos plant-based aumentou 20% desde 2020

Imagem ilustrativa de capa: Divulgação BioTech Foods

Por Ana Cristina Gomes em 2 de maio
Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores