A brasileira JBS, uma das maiores produtoras de carne do mundo, acertou a compra de todas as ações de emissão da holandesa Vivera, terceira maior empresa de alimentos à base de plantas da Europa, por um valor de 341 milhões de euros, conforme informado em comunicado esta segunda-feira.

A Vivera era propriedade do investidor Gilde Equity Management. A aquisição da Vivera dá à empresa brasileira acesso ao mercado europeu de substitutos de carne, onde a empresa holandesa tem uma boa posição, informa a ANP. Os produtos Vivera estão em supermercados em 25 países europeus. A JBS já possui outras marcas de substitutos de carne, como Seara Incrível e a americana Planterra OZO.

A transação inclui as fábricas de produção da Vivera e seu centro de pesquisa e desenvolvimento, localizado na Holanda. Segundo a compradora, a aquisição da empresa fortalecerá a plataforma e a infraestrutura de sua produção de alimentos e incorporará novos conhecimentos técnicos e maior capacidade de inovação. Da mesma forma, a operação aumentará o portfólio de produtos da JBS com marca consolidada no Velho Continente com preferência para os consumidores e está em linha com a JBS por ter produtos com valor agregado.

O fechamento da operação, que foi aprovado por unanimidade pelo conselho de administração da JBS, está sujeito às condições usuais neste tipo de operação, como a aprovação dos órgãos de defesa da concorrência.

Leia também: O crescente número de veganos assusta ou atrai os gigantes da carne, como a JBS? e Empresa de carnes se torna 100% vegana



por Nadia Ferreira Gonçalves em 19 de abril