Você sabia que a Fazenda Futuro lançou o primeiro atum à base de plantas do Brasil? A foodtech tem valuation de R$ 715 milhões e após criar hambúrguer, almôndegas, frango e linguiça suína, a marca fez o primeiro investimento no mercado de proteína de peixe e lançou o Futuro Atum.

O produto pronto para o consumo, vendido a vácuo e em pedaços, utiliza uma tecnologia inédita sendo feito com soja, ervilha, grão-de-bico, azeite de oliva, rabanete e óleo de microalgas para garantir 183 gramas de ômega-3 (por 100g). Tem 0 mg de colesterol e 15g de proteína, e não possui glúten, transgênicos nem hormônios. Está disponível tanto no Brasil quanto na Europa, ao lado do atum enlatado. 

Marcos Leta, o fundador da Fazenda Futuro, fez um comentário: “Nossa missão é mudar a maneira como o mundo come carne e chegou a hora de deixar a pesca obsoleta, oferecendo o primeiro atum de plantas do Brasil para quem ama o peixe”. 

Ele acrescentou sobre o produto: “O Futuro Atum ainda conta com o ineditismo de ser o primeiro produto não congelado, pronto para consumo, e vendido ao lado dos atuns animais enlatados, um marco na nossa história”. 

Qual o sabor do atum à base de plantas? 

É explicado que o atum à base de plantas tem sabor, textura e aparência iguais ao do atum animal. Para isso, o sabor foi desenvolvido em parceria com especialistas e engenheiros de alimentos australianos para chegar ao gosto do atum do oceano Pacífico, que tem um toque mais delicado e fresco.

O lançamento da Fazenda Futuro visa levar todo seu movimento transformador para os oceanos, pois ao consumir atum à base de plantas é possível favorecer a preservação da vida marinha a medida que a pesca predatória é reduzida. 

O fundador reforçou: “Temos uma floresta gigantesca debaixo do mar e uma biodiversidade enorme que está sendo destruída e desbalanceada por essa pesca. Chegou a hora de mudar isso”. 

O Futuro Atum está à venda em supermercados, hipermercados e em e-commerces, com embalagens de 150g e preço sugerido de R$ 12,90. Por estar pronto para o consumo, pode ser usado em diferentes receitas, como o clássico sanduíche natural, molhos e recheios de tortas.

Atum à base de plantas da Fazenda Futuro
Imagem: Divulgação Fazenda Futuro

Sobre a Fazenda Futuro

Lançada em maio de 2019, a Fazenda Futuro é a primeira foodtech e lifestyle brand da América Latina voltada à produção de carne à base de plantas sem nada de origem animal. 

A marca afirma que seu grande diferencial é oferecer carnes à base de plantas com o mesmo gosto, textura e suculência da carne animal.

Hoje, o portfólio da empresa oferece Futuro Burger, Futuro Burger Defumado, Carne Moída do Futuro, Almôndega do Futuro, Futuro Frango e Linguiça do Futuro, cada um com sua própria fórmula, mas todos sem glúten, sem transgênicos e, claro, sem boi, porco ou galinha. 

Entre os ingredientes usados estão proteína isolada de soja, de grão-de-bico, além de beterraba, óleo de coco e alga marinha. Com 2 anos de existência e como Future Farm, a marca já está presente em 24 países como Inglaterra, Holanda, Suécia, Emirados Árabes, Chile, México, Uruguai e Estados Unidos. 

Para acompanhar a Fazenda Futuro é possível segui-la no Instagram do Brasil ou no internacional

Aproveite e leia também: 

5 marcas brasileiras de hambúrgueres à base de plantas 

Fazenda Futuro entrará no mercado dos Estados Unidos

*Imagem de capa: Divulgação Fazenda Futuro



por Amanda Stucchi em 8 de setembro