O leite de aveia se tornou o mais recente fenômeno alimentar. Com oferta ainda escassa, mais consumidores procuram uma alternativa livre de produtos lácteos e encontram nas bebidas vegetais a solução ideal.

Simultaneamente à crescente aversão a laticínios houve uma verdadeira obsessão com leite de aveia. Embalagens cheias de bebidas vegetais estão ocupando espaço no corredor de laticínios. Da mesma forma, os baristas de todo o mundo estão sugerindo leite de aveia para seus clientes regulares, bem como para seus amigos e aficionados por café. Todos – desde renomados chefes gourmets a veganos e ambientalistas – estão falando sobre isso mundo afora.

Leites vegetais têm sido um investimento bastante inteligente, por conseguinte, o leite de aveia entrou no mercado para assumir a posição de liderança. De acordo com um estudo da Future Market Insights, a demanda global por bebidas de aveia continuará a crescer de forma constante, com uma taxa de crescimento de mercado de 8,2% até 2027.

Sem dúvida, o burburinho em torno desta nova alternativa aos laticínios tem causado um crescimento exponencial nas vendas de leite de aveia. Outros leites à base de plantas, como o leite de castanha de caju, o leite de coco e até mesmo o leite de amendoim também experimentaram booms nos anos anteriores, mas nenhum deles jamais conseguiu se juntar às fileiras de leite de amêndoa ou leite de soja como alternativas mais consistentes.

De fato, a consistência é mais semelhante ao leite de vaca do que o leite de amêndoa ou outros substitutos do leite e o sabor mais neutro. Além disso, é mais facilmente incorporado e misturado a outros alimentos, quentes ou gelados, o que o torna especialmente bom para a gastronomia.

Mais saúde e sustentabilidade

Devido principalmente aos benefícios funcionais para a saúde os leites vegetais estão tomando as prateleiras dos supermercados. Além de oferecer uma alternativa aos produtos lácteos para a população intolerante à lactose as bebidas vegetais também atendem as pessoas que buscam por uma alimentação mais saudável e com menos impactos ambientais

O cultivo de aveia requer menos insumos, especialmente água, em comparação a alternativas lácteas vegetais, portanto, os produtores de bebidas de aveia também promovem a sustentabilidade da produção como um ponto positivo. Além do conteúdo nutricional melhorado, a consistência mais espessa e a textura mais cremosa das bebidas à base de aveia são os principais diferenciais do restante dos produtos tipo lácteos disponíveis no mercado.

Parte da razão pela qual o mercado global de alternativas lácteas deve chegar a US $ 16,3 bilhões em 2018 é que os consumidores estão mais preocupados com o impacto ambiental. Trata-se de uma escolha muito mais ecológica do que o leite de vaca e até mesmo o leite de amêndoa. Além de exigir menos água, a aveia também requer menos herbicida do que outras culturas porque elas competem bem com ervas daninhas

Quando se trata de valor nutricional, em média, o leite de aveia contém 2 gramas de proteína e 5 gramas de gordura, enquanto muitas marcas de leite de amêndoa contêm 1 grama de proteína e 2,5 gramas de gordura. Como o leite de aveia é feito a partir de um carboidrato, também contém mais açúcar do que outros leites. Como o leite de amêndoa e o leite de vaca, as marcas comerciais de leite de aveia são tipicamente enriquecidas com vitaminas e minerais como cálcio, vitamina B12, fósforo e vitamina D.

Entrada de grandes empresas e a expansão do mercado global

Atualmente, o mercado de leites de aveia tem um número limitado de grandes empresas. Isto dá uma oportunidade para outros investidores entrarem no mercado e experimentarem crescimento auxiliado por uma demanda lucrativa. A Quaker Oats Company, de propriedade da PepsiCo, que já está bem estabelecida na indústria de bebidas, é um dos principais fabricantes de alimentos à base de aveia e está entrando no mercado de bebidas de aveia em 2019. Isso também incentiva os fabricantes a lançar bebidas à base de aveia, considerando sua experiência na produção e processamento de várias bebidas.

Outra nova entrada no mercado é a Danone, uma empresa de laticínios com sede na França, que adquiriu a Alpro, uma empresa especializada em produtos de bebidas vegetais. Esta deve se beneficiar de sua expansão no mercado além da Europa para produtos à base de vegetais que compreendem bebidas à base de aveia. Tais expansões, fusões e introduções afetam positivamente o mercado de bebidas à base de aveia e impulsionam o crescimento do mercado de maneira exponencial.

Em suma, o mercado de leite de aveia ainda tem muito a ascender e deverá se expandir com a entrada de novas empresas, apoiadas por investidores, bem como, com o lançamento de novos produtos e aumento da demanda.



por Nadia Ferreira Gonçalvez em 29 de julho