Para quem cresceu ouvindo que era necessário comer carne para ser forte, às vezes é difícil acreditar na ideia de que alguém pode ser saudável e musculoso sem consumir carnes.

Afinal, a grande maioria dos alimentos com baixo teor de carboidratos e alta carga de proteínas vem de animais. Mas entre a comunidade científica já se propagam estudos entregando a boa notícia de que os atletas vegetarianos podem realmente ter um desempenho superior.

Talvez por isso, a cada dia mais e mais atletas comecem a considerar uma dieta vegana.

Logo, os benefícios à saúde associados a uma dieta vegetariana motivam e inspiram atletas para alcançarem um incrível nível de aptidão e melhorarem consideravelmente seus resultados.

Com um número crescente de atletas veganos, nos cabe demonstrar que não faltam motivos para eles adotarem uma dieta vegana.

Aqui separamos seis:

1 – Redução dos riscos de doenças cardíacas

Apesar do estilo de vida saudável, permeado por treinos e com rotinas um tanto regradas, atletas também estão suscetíveis a desenvolver doenças cardíacas. Estudos sugerem que os atletas de endurance tenham um maior risco para danos cardíacos decorrentes de placas coronarianas.

Acima de tudo, uma boa notícia, a ciência já comprova que, dentre os benefícios da dieta vegetariana, um dos principais é a redução dos riscos de doenças cardiovasculares.

Por se tratar de uma dieta mais “limpa”, com baixo teor de gorduras saturadas e colesterol, a dieta vegana evita quadros que tendem a agravar a saúde cardíaca ao longo dos anos.

2 – Efeito anti-inflamatório da dieta vegana

Além de ser benéficas para o coração, a dieta vegana ainda possui efeitos anti-inflamatórios, que consequentemente melhoram a performance de atletas.

Embora o exercício regular reduza a inflamação crônica, eventos de exercício intenso podem desencadear uma resposta inflamatória e contribuir para a dor muscular tardia. Essa condição, manifestada pela dor, reduz o desempenho muscular e compromete a recuperação do atleta. 

Desse modo, sabendo que uma série de fatores relacionados à prática de exercícios físicos afetem a oxigenação, a resistência e o desempenho dos tecidos, pode-se esperar que as escolhas alimentares impactem diretamente nos resultados.

A dieta vegetariana está associada a uma redução dos marcadores inflamatórios, o que significa que este é mais um excelente motivo para esta escolha alimentar.

3 – Aprimoramento do desempenho atlético

Atletas que desejam alto desempenho só tem benefícios com a adesão de uma dieta vegana. A oxigenação e a nutrição dos músculos são facilitadas pela alimentação com reduzido teor de gorduras saturadas e colesterol. 

A viscosidade do sangue é melhorada com a alimentação vegana, o que favorece o transporte do fluido até o músculo, levando consigo todos os nutrientes necessários, além do oxigênio.

Assim, o desempenho atlético é melhorado de forma natural, praticamente sem esforço.

4 – Melhora do fluxo sanguíneo

A atividade atlética depende da boa circulação para fornecer oxigênio e nutrientes e transportar resíduos metabólicos. O fluxo sanguíneo para os músculos é influenciado pela viscosidade do sangue, bem como pelo calibre arterial, complacência e elasticidade, todos influenciados pelas escolhas alimentares.

Além de todos os motivos já citados anteriormente, a dieta vegana ainda é capaz de melhorar a flexibilidade e o diâmetro de vasos e artérias, aprimorando significativamente o fluxo sanguíneo.

Isso é magnífico!

5 – Recuperação mais rápida

E para motivar ainda mais, a alimentação baseada em vegetais também influencia em uma recuperação mais rápida após os treinos e competições.

Em virtude do exercício físico intenso o corpo produz radicais livres que resultam numa situação denominada estresse oxidativo. Em baixos níveis, o estresse oxidativo aumenta as defesas antioxidantes e estimula a resposta imune, no entanto, quando elevado, como nos casos de atividades intensas e prolongadas, pode resultar em danos ao corpo. 

O estresse oxidativo relacionado ao exercício também pode levar à fadiga muscular, redução do desempenho atlético e recuperação prejudicada.

Atletas vegetarianos tem a atividade antioxidante aumentada, devido ao maior consumo de vitaminas e enzimas antioxidantes. 

Portanto, a dieta vegana também acelera o processo de recuperação do atleta.

Leia também o artigo alimentação vegana para atletas.



por Nadia Ferreira Gonçalvez em 22 de julho