A doçura do mel é algo apreciado em diversas as culturas. Porém, a produção de mel é uma ameaça às abelhas, o que fez com que cientistas de alimentos buscassem opções mais sustentáveis, como o mel vegano.

Empresas inovadoras, como a MeliBio, desenvolvem mel vegano utilizando néctar de plantas e açúcares puros para replicar o sabor característico. Dessa forma, ao usar plantas que as abelhas freqüentemente polinizam, como camomila e sumagre, elas conseguem infundir o sabor natural do mel em sua criação feita em laboratório. Os açúcares puros, combinados com os compostos essenciais do mel, gerados em um produto com um sabor muito próximo ao do mel real.

Mel vegano

O mel vegano é capaz de possuir os mesmos benefícios que o mel tradicional. O mel da empresa israelense Bee-io é antibacteriano, além de rico em vitaminas e antioxidantes. Uma diferença, é a falta de compostos tóxicos. Além de ser uma ótima notícia para os veganos, a nova inovação também pode ajudar a beneficiar o ecossistema das abelhas

Por mais que a mudança climática e a perda de habitat sejam uma ameaça para as abelhas, o maior dano é o que acontecerá se as abelhas continuarem a serem exploradas.

Existem mais de 4.000 tipos de abelhas nos EUA; as abelhas nativas polinizam as muitas culturas, como mirtilos, cerejas e cranberries. Contudo, os apicultores capturando essas apenas para a produção comercial de mel, a polinização de diversas plantas acaba não acontecendo como deveria.

Aproveite e leia também:

Pesquisadores desenvolveram substituto para gelatina à base de plantas

Mercado de proteínas à base de ar ultrapassará US$ 100 milhões até 2032

O que significa cada tipo de rodada de investimento?

Imagem de capa: Pexels

Por Ana Cristina Gomes em 31 de julho
Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores