Os fundos brasileiros de Venture Capital estão começando a olhar com mais seriedade para as startups veganas. Além dos fundos, as startups veganas também estão recebendo investimento de aceleradoras e investidores anjos. 

Venture Capital é uma modalidade de investimento na qual os recursos são aplicados em empresas com expectativas de crescimento rápido e rentabilidade alta. São estes fundos que investem em startups e, a partir do momento em que investem na empresa, passam a fazer parte do seu quadro societário. 

As aceleradoras surgiram para ajudar os empreendedores a construírem e consolidarem suas startups. Para fazer isso, são aplicadas metodologias de aceleração, além de contar com a ajuda de mentores altamente qualificados e parceiros que entregam seus produtos e serviços gratuitamente ou subsidiados aos acelerados. Muitas vezes as aceleradoras também investem um pequeno capital para ajudar os empreendedores a financiarem seus negócios e suas vidas pessoais durante a duração do programa. Em troca deste apoio, as empresas cedem um percentual de participação para as aceleradoras.

O Investimento Anjo é o investimento efetuado por pessoas físicas com capital próprio em startups. O Investidor Anjo usualmente é um empresário, empreendedor ou executivo que já trilhou uma carreira de sucesso, acumulando recursos suficientes para alocar uma parte para investir em novas empresas, bem como aplicar sua experiência apoiando a empresa.

Conheça abaixo 3 startups veganas que já receberam investimento de fundos de Venture Capital brasileiros, aceleradoras e investidores anjos. 

Fazenda Futuro 

Em 2019 a Fazenda Futuro recebeu um investimento de US$ 8,5 milhões. A rodada de investimentos foi liderada pelo fundo brasileiro de venture capital Monashees, com participação da Go4it Capital. A Go4it foi fundada por Marc Lemann, filho de Jorge Paulo Lemann. 

100 Foods 

A foodtech 100 Foods entrou no mercado em 2018 e comercializa hoje molhos e temperos à base de plantas. Em abril deste ano, a startup anunciou sua primeira captação, através de investimento anjo, no valor total de R$ 750 mil.

A foodtech é acelerada pela Organica 10.4.3, que reúne um time de especialistas com experiência no mercado de startups. 

Beleaf 

A Beleaf é uma startup brasileira que simplifica a alimentação saudável por meio de marmitas orgânicas e 100% à base de plantas ultra-congeladas. 

Fundada por Fernando Bardusco (Sócio fundador e CEO), a startup se propõe a entregar pratos saudáveis, gostosos e feitos com ingredientes naturais direto na casa do cliente. 

Em 2019, a startup recebeu investimento através dos investidores da rede da Anjos do Brasil

Leia também sobre negócios veganos on-line e veja 13 ideias para negócios veganos.



por Redação Vegan Business em 2 de maio