Quer saber mais sobre a importância da educação ambiental?

Hoje é o Dia do Educador Ambiental, comemorado em 15 de outubro, portanto falaremos sobre a importância dessa disciplina e desse profissional. 

A educação ambiental é uma disciplina focada em ministrar aulas em comunidades e instituições de ensino visando garantir a conscientização sobre a preservação do meio ambiente e a sustentabilidade, sendo assim, a formação mais comum desse profissional é em ciências biológicas. 

Andréa Pelicioni é uma educadora ambiental que explicou para a Folha um pouco de sua profissão, falando sobre os objetivos do educador: sensibilizar indivíduos e grupos sociais para aprenderem a identificar problemas no meio ambiente, oferecer conhecimento a respeito do meio natural e formar atitudes respeitosas com a natureza, dando habilidades para as pessoas solucionarem os problemas ambientais. 

Além disso, também incentiva as pessoas a assumirem suas responsabilidades para tornar o planeta mais sustentável nos diversos locais em que transitam, tanto no micro como no macro. 

O livro “Vamos Cuidar do Brasil: conceitos e práticas em educação ambiental nas escolas”, organizado e coordenado por Soraia Silva de Mello e Rachel Trajber, com publicação pelo MEC, também afirmou: “Vivemos em um momento bastante propício para a educação ambiental atuar na transformação de valores nocivos que contribuem para o uso degradante dos bens comuns da humanidade. Precisa ser uma educação permanente, continuada, para todos e todas, ao longo da vida”. 

Isso mostra que a importância de receber uma educação ambiental não para depois da escolarização, quanto mais aprendemos sobre como tratar o meio ambiente, mais nos tornamos pessoas mais sustentáveis e cidadãs. 

Imagem de folha nascendo

Imagem: Pexels

O que é o desenvolvimento sustentável? 

A educação ambiental é uma forma de atingir a sustentabilidade, promovendo a conscientização das pessoas. A sustentabilidade é um tema transdisciplinar e complexo, ou seja, pode ter diversas abordagens. 

Falaremos aqui sobre o Desenvolvimento Sustentável e os pilares da sustentabilidade. 

O desenvolvimento sustentável é uma forma de atender as necessidades da geração da atualidade sem comprometer as gerações futuras, conforme definição criada pelas Nações Unidas. 

Por que te contamos isso? Segundo o Laboratório de Sustentabilidade da USP, existem três princípios para o desenvolvimento sustentável —  é necessário que todos estejam integrados — abrangendo o social, ambiental e o econômico. 

No social está o capital humano, como oferecer salários justos para os funcionários e pensar na saúde dos trabalhadores. No ambiental está o capital natural, aqui é necessário amenizar os impactos que causa no meio ambiente ou compensá-los (caso não seja possível minimizar as ações negativas), já na economia são analisadas a produção, distribuição e o consumo de bens e serviços. 

Isso tudo tem relação com a Agenda 2030, coordenada pela Organização das Nações Unidas (ONU), ela possui 17 objetivos principais com 169 metas. Para conseguir chegar ao desenvolvimento sustentável, é necessário cumprir todos os objetivos, quer descobrir quais são eles? 

  • Erradicação da pobreza
  • Fome zero e agricultura sustentável
  • Saúde e bem-estar
  • Educação de qualidade 
  • Igualdade de gênero 
  • Água potável e saneamento 
  • Energia Acessível e Limpa
  • Trabalho decente e crescimento econômico
  • Indústria, inovação e infraestrutura
  • Redução das desigualdades 
  • Cidades e comunidades sustentáveis
  • Consumo e produção responsáveis
  • Ação contra a mudança global do clima
  • Vida na água 
  • Vida terrestre 
  • Paz, justiça e instituições eficazes 
  • Parcerias e meios de implementação 

É possível verificar todos com mais detalhes na plataforma Agenda 2030

A importância da educação ambiental

Imagem: Pexels

Os benefícios da educação ambiental 

Agora que você já sabe o que um educador ambiental faz e o princípios do desenvolvimento sustentável, vamos falar sobre os benefícios que a educação ambiental traz para a sociedade como um todo? 

Segundo o Instituto Brasileiro de Defesa da Natureza (IBDN) existem vários. 

A educação ambiental auxilia na construção de uma sociedade mais consciente, estimulando as pessoas a praticarem a cidadania e, dessa forma, criando uma sociedade mais engajada e crítica. 

Também melhora a qualidade de vida — aqui podemos concordar que um bairro bem cuidado é um bairro melhor para se morar  —  um exemplo oferecido pela matéria é a dengue e as doenças respiratórias, que podem ser prevenidas quando se cuida melhor do espaço em que vive. 

Desperta o potencial empreendedor das pessoas, já falamos aqui no Vegan Business sobre várias empresas que desejam ser mais sustentáveis, isso pode gerar ideias de novos negócios. Por consequência, essa ação gera renda e emprego. Um exemplo são as cooperativas de reciclagem. 

Além disso, a educação ambiental faz com que as pessoas saibam como consumir de forma mais consciente e descartar melhor seus resíduos. Aqui podemos falar sobre alguém que escolhe levar a ecobag para o supermercado, em vez de pegar aquelas sacolinhas plásticas. 

Por último, mas não menos importante, a educação ambiental nos ajuda na prevenção dos recursos naturais para as próximas gerações. 

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Como ensinar sobre sustentabilidade para as crianças? 

11 livros sobre veganismo e vegetarianismo para você conhecer 

Meio Ambiente e Sustentabilidade: o que é e importância (2021)

*Imagem de capa: Pexels



por Amanda Stucchi em 15 de outubro