A Super Vegan, marca de chocolates veganos que já é sucesso com seus produtos deliciosos, apareceu como destaque no Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

A matéria conta como Juliana Salgado, vegana desde os 14 anos, teve a ideia de criar a Super Vegan, após se formar como nutricionista. Lá, ela conta que devido à sua dificuldade de encontrar chocolates veganos no mercado, criou e testou suas próprias receitas, que logo fizeram sucesso entre amigos. Assim, nasceu um pequeno negócio que vendia doces veganos para restaures.

As receitas de seus chocolates foram aprimoradas na Áustria, onde a empreendedora morou por cinco anos. Ao voltar para o Brasil, o projeto foi retomado e mais esforços foram investidos na Super Vegan.

Agora, a marca oferece 11 sabores de chocolates veganos e no ano passado faturou R$ 275 mil.

Crescimento acelerado

A pequena empresa que começou em três pontos de venda cresceu rapidamente, atingindo 15 pontos de venda já no primeiro ano e hoje está presente em mais de 40.

Inicialmente, o crescimento acelerado se deu pela divulgação orgânica entre os consumidores que compravam nas lojas físicas. Mas no ano passado, a Super Vegan lançou seu e-commerce e aumentou a produção, para isso, contou com o investimento de Crica Wolthers – Fundador do Vegan Business e Juliana Goes.

Depois, foi a vez do fundo de investimento vegano, Veg Capital aportar na empresa, que utilizará o dinheiro para implantar novas estratégias de crescimento, na expectativa de alcançar seu primeiro faturamento milionário em 2021.

O papel da empreendedora no mercado vegano

A presença feminina no empreendedorismo vem crescendo ao longo dos últimos anos. De acordo com um levantamento da Global Enterpreneurship Monitor (GEM) realizado com 49 países, com base em dados de 2018, o Brasil é o sétimo país com o maior número de mulheres empreendedoras.

Particularmente em campos dominados por homens, as empreendedoras estão ocupando seu espaço. Quando se fala do mercado vegano não é diferente. Certamente, a conquista de Juliana Salgado à frente da Super Vegan, numa mídia conceituada como Pequenas Empresas & Grandes Negócios, representa uma vitória dupla que inspira empreendedoras veganas.

De modo brilhante, o veganismo no Brasil tem atraído mais investimentos e assim, ampliando as possibilidades para o mercado vegano.

Leia também: Veg Capital e Crica Wolthers vão coinvestir no Brasil e Super Vegan recebe investimento para acelerar o processo de expansão e lança loja online



por Nadia Ferreira Gonçalves em 28 de maio