Com planos de aumentar a produção e investir nas vendas ‘direct-to-consumer’, a Super Vegan, marca de chocolates veganos, recentemente recebeu um investimento para realizar esse objetivo e lançou sua loja online para atender consumidores pelo Brasil. Com o novo capital, a empresa também construiu uma nova fábrica em Santos (São Paulo).

Atualmente, a Super Vegan produz cerca de 400kgs por mês, mas a nova fábrica possibilita aumentar a produção até 4 toneladas por mês, ou seja, cerca de 10 vezes mais do que já produzia. Essa foi a primeira vez que a empresa recebeu investimento.

O responsável pelo investimento é Christian ‘Crica’ Wolthers, Cofundador e CEO do Zen, investidor anjo vegano e fundador do Vegan Business. Segundo Christian; foi muito fácil tomar a decisão de investir na empresa.

“Os chocolates da Super Vegan são os meus chocolates favoritos e além de ser consumidor da marca, admiro demais o trabalho que a Juliana Salgado [fundadora] vem fazendo. Agora, com mais recursos, eu acredito que a Super Vegan realmente vai pegar a escala que merece. O primeiro passo para essa mudança foi entrar na nova fábrica e iniciar as vendas pela loja online. No futuro próximo, eu vejo a marca presente nos principais supermercados do país, mostrando que é possível consumir um chocolate delicioso feito sem crueldade”.

A visão da fundadora da marca, Juliana Salgado, é mostrar para o mundo que é possível ter um chocolate cremoso, sem crueldade com os animais e acessível em termos de preço e disponibilidade, além de ainda atingir o público não vegano. “Queremos que o público em geral, não só o vegano, perceba que não é necessária a crueldade animal para poder degustar um produto de qualidade”, contou.

Atualmente, a Super Vegan tem 11 sabores diferentes em seu portfólio. A marca é conhecida pelos consumidores, principalmente, pela cremosidade dos chocolates, que variam desde chocolate branco com cookies & cream, até chocolate com sabor morango. Inclusive, na loja online, vende o Kit Promocional com todos os sabores, caso você queira provar.



por Redação Vegan Business em 19 de setembro