O queijo é um alimento versátil que pode ser utilizado em receitas doces e salgadas, apreciado sozinho ou até mesmo com um vinho. Uma notícia boa é que o mercado global de queijo vegano está expandindo, estando previsto que atinja o valor de US$ 7,10 bilhões até 2030, crescendo a um CAGR de 12,6% entre o período analisado (2022 – 2030), conforme a Research and Markets

Os fatores que impulsionam o mercado são os seguintes: 

  • Mais aceitação do veganismo entre os consumidores, especialmente na geração do milênio.  
  • Maior conscientização a respeito da crueldade animal e os impactos negativos da indústria de laticínios no meio ambiente. 

Para ter uma ideia, esse setor foi estimado em US$ 2,8 bilhões em 2022, o que demonstra uma diferença positiva de US$ 4,3 bilhões até 2030.

Tipo de queijo com maior participação, segmento B2C e região com maior crescimento 

O relatório analisou os seguintes tipos de queijos: mussarela, ricota, cheddar, parmesão e cream cheese, formulados com caju ou soja. 

Considerando esses tipos de produtos, é afirmado no comunicado: “O segmento de produtos de mussarela deteve a maior participação na receita em 2021 e deve manter sua liderança durante o período de previsão”. 

A explicação para essa preferência é que o alimento é muito usado em pratos italianos (massas, pizzas, salada caprese e croquetes), estando disponível em forma de fatias, cubos, desfiados e em pastas. Logo, a demanda por esse queijo é mais alta nos países em que a culinária italiana é algo popular. 

Pensando na origem do queijo — se soja ou caju — a opção de caju teve maior participação na receita do ano passado. O motivo é que essa opção tem baixo teor de gordura e vitamina B2 e B12, portanto, o alimento é preferido pelas pessoas que se preocupam com a saúde. Ademais, os itens de caju que não tem glúten e nem colesterol também estão ganhando impulso devido aos benefícios para a saúde. 

Ainda, o aumento da renda do consumidor e a vontade de gastar em produtos considerados mais premium acarretaram em uma maior busca por queijos à base de plantas. 

Considerando o segmento B2B (business to business) ou B2C (business to consumer), o setor voltado para o consumidor liderou o mercado no ano passado. 

Sobre as regiões analisadas, a Research and Markets relatou que é esperado que a Ásia-Pacífico cresça ao CAGR mais rápido (14,1%) entre o período investigado, devido a uma maior demanda por produtos de panificação e confeitaria plant-based, o que acaba incluindo o queijo vegano. 

Principais players do mercado global de queijo vegano

O relatório citou algumas das principais empresas que atuam nesse setor: 

  • Daiya Foods Inc.
  • Kite Hill
  • Violife
  • Dr-Cow Tree Nut Cheese
  • Treeline Cheese
  • Tofutti Brands, Inc.
  • Tyne Chease Limited
  • Parmela Creamery

“O mercado de queijo vegano possui um grande número de players regionais e internacionais. Essas empresas estão lançando novos produtos em todo o mundo devido à crescente demanda por produtos veganos entre os consumidores vegetarianos, veganos e pessoas preocupadas com a saúde”, ressaltou o comunicado.

Gostou de conhecer o mercado global de queijo vegano? Aproveite e leia também: 

5 marcas de queijos veganos para você saborear

Primula lançará o primeiro queijo vegano em tubo

Outstanding Foods lança salgadinho de queijo plant-based

*Imagem de capa: Unsplash



por Amanda Stucchi em 10 de maio