Imagina a tranquilidade de um vegano em viajar e ter a chance de experimentar os sabores do mundo, sem se preocupar com a presença de carnes escondidas em pratos típicos ou com atividades turísticas que exploram animais?

Apesar de o crescimento do veganismo no mundo tornar mais fácil desfrutar da boa comida vegana e vegetariana, viajantes veganos ainda enfrentam uma dose adicional de estresse quando chegam para fazer suas refeições. 

No entanto, com mais e mais pessoas aderindo a esse promissor estilo de vida, o setor de turismo está começando a atender a esse mercado.

Cresce o turismo vegano…

Com o turismo vegano, viajantes veganos e vegetarianos podem desfrutar sem medo de suas experiências

O movimento vegano continua a crescer, e com os viajantes interessados ​​em um estilo de vida vegano, há maior visibilidade para os destinos de viagem, e é claro, para o veganismo.

Seja para entregar pacotes completos, com roteiros prontos sob curadoria individualizada ou consultorias para customizar a viagem ao gosto do cliente, o mercado de turismo especializado tem atraído cada vez mais empresários e investidores.

As empresas do setor querem oferecer mais opções para as pessoas saírem e conhecerem o mundo, e ao lançar o turismo vegano, o objetivo é oferecer uma maneira fácil para as pessoas que aderem a esse estilo de vida desfrutarem outras culturas, sem preocupações desnecessárias.

O setor de turismo precisa enxergar a tendência de consumo direcionada pelo veganismo e atender às expectativas desse grande número de clientes, afinal, o futuro é vegano.

Logo, o maior cuidado a ser adotado é para que a experiência seja positiva, saborosa e eticamente satisfatória. Assim, há probabilidade de crescimento ainda maior do conceito, atraindo até mesmo viajantes não adeptos do estilo de vida vegano.

Acima de tudo, a satisfação em praticar esse tipo de viagem, ética e responsável, atrai mais pessoas que se possa imaginar. 

O turismo vegano vai além da gastronomia e incorpora a ética vegana em todas as atividades. Desse modo, é possível fornecer uma chance de explorar um espaço e cultura sem causar danos.

Nenhuma morte ou exploração de animais locais, acesso limitado aos ambientes naturais, e dessa maneira, maior bem-estar dos viajantes e dos nativos. 

Quer melhor maneira de experimentar e apreciar novos lugares e outras culturas do que demonstrar respeito em todos os aspectos?

Veganismo além do prato:

Um prato sem ingredientes de animais – esse é o conceito de veganismo na gastronomia. Para ir além da oferta de alimentos, a integração desse modo de vida em um negócio turístico pode ser complexa. 

No entanto, mais e mais iniciativas estão sendo tomadas por empreendedores do setor de turismo para satisfazer esses números crescentes de clientes.

Para as empresas da área- hotéis, cruzeiro ou agências turísticas – o turismo vegano trata de conceber pacotes de viagens especialmente adaptados ao particular ao estilo de vida de vegetarianos e veganos.

Enquanto o primeiro passo é garantir-lhes a ausência de ingredientes de origem animal no menu do restaurante do hotel para evitar a cansativa pergunta “Existe uma alternativa sem ingredientes de origem animal no menu?”, esta nova forma de turismo consiste, sobretudo, em garantir abordagem mais ética para os viajantes que procuram por férias responsáveis.

O lançamento de pacotes turísticos veganos, consistem não apenas em fornecer refeições sem carne, mas também, propiciar experiências relacionadas à filosofia vegana, como por exemplo descobrir novas formas de plantação em consonância com o veganismo – visitar um vinhedo cultivado em biodinâmica ou uma fazenda de agricultura orgânica. 

Os turistas podem participar de excursões e aprender a cozinhar plantas nativas. Ainda, os viajantes podem ser levados para conhecer pequenos produtores, lojistas e donos de restaurantes.

Além disso, turistas veganos podem participar de cruzeiros que foram totalmente projetados de acordo com sua filosofia e vivenciar experiências únicas, sem abrir mão de conforto e diversão.

Dito isto, está claro que as viagens veganas são parte essencial do turismo sustentável

Se a sustentabilidade realmente importa para você, você deve implementar um estilo de vida vegano onde quer que vá. 

Do café da manhã em Milão para a praia em Bali, e até mesmo aquele restaurante luxuoso de Nova York. Não deve haver absolutamente nenhuma desvantagem em adotar um estilo de vida vegano, seja lá onde você for.

E isso é especialmente verdadeiro quando se trata de praticar o veganismo em todo o mundo, e em qualquer situação.

No Brasil, ainda são poucas as agências e consultorias especializadas em viagens dedicadas a veganos e vegetarianos. No entanto, com o crescimento exponencial de adeptos a este estilo de vida o mercado se abre para novas possibilidades e oportunidades.

Com um pouco de estudo e criatividade é possível oferecer experiências de turismo vegano com qualidade e aproveitar as boas ondas causadas pelo veganismo.



por Nadia Ferreira Gonçalvez em 8 de julho