Você sabe o que acontece com os animais que são resgatados de testes em animais, matadouros ou qualquer outro tipo de maus tratos? Eles são levados para santuários de animais, onde conseguem viver livremente e com cuidados de pessoas que os amam.

Mas como esses animais conseguem viver bem? Os santuários de animais precisam de apoio e doações para manter todos os bichos em boas condições de vida. Separei quatro santuários para você conhecer, e se possível, ajudar!

Santuário das Fadas

O Santuário das Fadas fica localizado em Teresópolis, Rio de Janeiro, e cuida principalmente de animais de fazenda que sofreram com maus tratos, negligência e abuso. Esses animais chegaram no santuário geralmente debilitados, mas felizmente, lá recebem todo o tratamento físico e emocional necessário.

O objetivo do Santuário das Fadas é “resgatar e oferecer lar permanente para animais de diversas espécies que foram vítimas de situações de abandono, negligência, exploração, abuso e tráfico de animais. Proporcionar a esses animais uma vida tranquila, feliz, segura, com saúde, boa alimentação, higiene e dignidade.”

O Santuário das Fadas aceita doações a partir de R$1 por mês. Você também pode apadrinhar um animal de qualquer espécie. Nesse caso, o valor para o apadrinhamento mensal muda de acordo com a espécie que você escolher ajudar.

Com R$10 você pode apadrinhar uma ave, com R$50 um cachorro, um gato, um caprino ou um suíno, e com R$120 bovinos e equinos.

Da uma olhadinha nesse vídeo para conhecer mais do santuário.

Santuário Salvando Vidas

O Santuário Salvando Vidas fica localizado em São Francisco do Itabapoana, no Rio de Janeiro, e cuida de mais ou menos 500 animais vítimas de maus tratos. Dentre as espécies você encontra vacas, porcos, gatos, cachorros, cavalos, perus, galinhas, ovelhas e cabritos.

Esse santuário precisa da nossa ajuda para os gastos muito altos que incluem alimentação, limpeza, remédios, consultas, exames, água e luz. Para ajudar, você pode participar da Vakinha do santuário. A meta atual é chegar em três mil reais. Vamos ajudar?

Santuário Terra dos Bichos

O Santuário Terra dos Bichos é uma ONG que abriga cerca de 400 animais de 15 espécies diferentes retirados de maus tratos. Lá você encontra 96 porcos dos resgates do acidente do Rodoanel – SP / Diadema

O santuário gasta em média 20 a 30 mil reais por mês para manter todos os animais. Só por dia são 200 kg de farelo de milho, 200 kg de milho em grão, 100 kg de farelo de trigo, legumes e verduras.

Para ajudar nos gastos mensais, o santuário organiza algumas visitas monitoradas no valor de R$170 por pessoa, incluindo duas refeições veganas + transporte de ônibus de ida e volta (Metrô Vila Madalena/SP) + apoio aos animais do Santuário. É uma ótima oportunidade de se conectar com os animais e ver a felicidade deles de perto (longe dos maus tratos e matadouros).

Além das visitas monitoradas, você pode ajudar com doações únicas, doações mensais, apadrinhando um porco, doando alimentos, encomendando delícias veganas, sendo voluntário, oferecendo um evento beneficente ou cedendo um espaço na sua mídia (site, redes sociais, revista, entre outros).

Santuário ASSEAMA

O grupo ASSEAMA é uma organização espírita e vegana, sem fins lucrativos, onde você encontra um centro espírita (localizado na zona norte de São Paulo), um restaurante (localizado na Vila Mariana, em São Paulo), e por fim um santuário para animais resgatados, localizado em Atibaia.

Atualmente o santuário ASSEMA cuida de 2 araras, 1 tucano, 1 papagaio, 3 maritacas, 9 calopsitas, 1 periquito australiano, 19 coelhos, 4 chinchilas, 9 porquinhos da índia, 13 porcos, 2 vacas, 2 bois, 17 galos/galinhas, 60 gatos, 28 cachorros, 1 bugio e 1 macaco prego.

As formas de ajudar a ASSEMA são variadas: doações em dinheiro, se tornando uma empresa parceira, comprando os produtos da marca, participando do clube de assinatura, participando dos eventos de arrecadações e sendo voluntário.

E não para por aí, a internet nos mostra diversos santuários de animais, com todo tipo de espécie possível. Tem santuários especiais para primatas, outros só para aves, alguns apenas para animais selvagens, e outros para animais domésticos.

Ajudar esses santuários (um só já está de grande tamanho), é ajudar a todos esses animais. Não deixe de ajudar! Para salvarmos todos os animais do mundo, precisamos cuidar dos que já foram salvos também.

Leia também 5,2 milhões de brasileiros com fome: como o veganismo pode ajudar e Go Vegan: o que você conhece sobre esse movimento



por Lari Chinaglia em 22 de janeiro