Dia 8 de março, Dia Internacional das Mulheres, é mais um data que nos faz lembrar de mulheres incríveis que merecem nossa atenção. Claro, essa inspiração toda não deve ser relembrada apenas no dia de hoje. Porém fica aqui, nossa homenagem – principalmente minha – para essas mulheres que além de poderosas e corajosas, são mulheres veganas, e me inspiram todos os dias.

Eu, como mulher, sei a importância de ver outra mulher me representando em assuntos que são do meu interesse. E com o veganismo não seria diferente. Claro que me esforço todos os dias para falar um pouco sobre o veganismo e levar esse propósito a diante. Não é uma tarefa fácil, vocês devem imaginar.

O Vegan Business é um site incrível, onde eu tenho forças para compartilhar minhas pesquisas diárias sobre a alimentação a base de plantas e sobre o estilo de vida vegano. E eu não vejo outro tema para ser falado nesse dia oito de março de 2019 além de mulheres veganas que me inspiram todos os dias.

Luisa Mell

A Luisa Mell talvez seja a mais conhecida da lista que eu separei. Ela já é considerada com um grande nome e também está na lista dos veganos brasileiros com mais seguidores.

Ela começou tudo com um programa de televisão que mostrava alguns resgates de animais, e hoje é responsável por salvar inúmeros bichinhos. Em 2015, Luisa Mell fundou o seu Instituto, de mesmo nome. Lá, Luisa e sua equipe cuidam de animais resgatados, feridos ou em situação de risco, e prepara os bichinhos para adoção.

A grande inspiração fica por toda a força que essa mulher tem para, entre tantas coisas, salvar inúmeras vidas indefesas. Ela representa muito bem o veganismo no nosso país, e luta diariamente para que tenhamos mais leis e direitos destinados aos animais.

Alana Rox

A Alana Rox é a nossa The Veggie Voice. Apresentadora do Diário de uma Vegana, Alana desde de sempre teve em mente que não comeria nenhum animal. Esse mulher vegana pode até não saber de fato o motivo dessa decisão logo na infância, mas sabemos que isso trouxe uma grande contribuição para o veganismo aqui no Brasil.

Depois de pesquisar um pouco mais sobre veganismo e assistir alguns documentários sobre veganismo, Alana teve certeza que sua decisão era a melhor que ela poderia tomar.

Hoje, além de um programa de televisão, Alana já lançou livros, ministra cursos e workshops, é embaixadora de uma marca de cosméticos veganos e naturais. E claro, fala abertamente sobre o veganismo por aí.

Ale Luglio

A Alessandra Lugilo, como diz em seu instagram, é uma Eco-Consciente Plant Based. Ela é também, nutricionista e palestrante da Sociedade Vegana Brasileira. Inclusive, sua próxima participação está no curso de Capacitação em Nutrição Vegana.

Sua história com o veganismo começou lá na infância. Assim como qualquer criança que se depara com a morte de um animal inocente, Ale não entendeu muito o motivos das pessoas estarem comendo animais. “Diz minha mãe que, aos 3 anos de idade, no almoço de batizado do meu irmão, ao me deparar com um leitão assado sobre a mesa, eu me pus a chorar e revoltada com morte do porquinho eu questionava aos berros quem o havia matado.”, disse Ale em entrevista a SVB.

Marly Winckler

A Marly Winckler é uma das mulheres veganas mais especiais da lista – na verdade todas são. Ela é apenas a responsável por fundar a Sociedade Vegetariana Brasileira. Ela foi presidente da SVB até o ano de 2015, e depois disso se tornou Presidente-Honorária.

E se você pensa que todo o poder e militância dessa mulher para aí, está enganado. Marly também foi presidente da União Vegetariana Internacional (IVU) e sócia benemérita do Instituto Abolicionista Animal (IAA).

E eu acho que não seria justo deixar algumas youtubers que me inspiram todos os dias. São três canais que faço questão de acompanhar e não perder nenhum vídeo.

Vegana Bacana – as melhores receitas

A Tainá Mota, do canal Vegana Bacana, me inspira diariamente. Sempre escolho para fazer as receitas que ela mostra nos vídeos, e aprovo a maioria. Ela é muito simpática e mostra tudo com clareza.

Luisa Moraleira – viagens

Além de ser uma das mulheres veganas que mais acompanha, a Luisa me conquistou ao realizar um dos seus maiores sonhos – e meu também – fazer um mochilão pelo mundo. Eu acompanhei quase que diariamente a viagem dela, e ver a força dessa mulher, me deu mais vontade de realizar esse sonho.

Marina Godward – pensamentos diferentes

A Marina tem um dos canais que eu mais gosto também. Ela me inspira muito quando se trata em pensar além do veganismo. Foi através do canal dela que eu repensei sobre a quantidade de lixo que eu produzo diariamente e passei a refletir sobre diversas atitudes que não fazem bem para o meio ambiente. Ah, e as receitas dela também são incríveis.

O texto de hoje foi, para mim, uma grande chance de dizer parabéns e muito obrigada para essas mulheres veganas e incríveis que me inspiram todos os dias. Não apenas no dia da mulher, mas todos os dias. Mulheres fortes e que batalham para dividir seus ideias com o mundo. E juntas contribuem para o crescimento do veganismo aqui no Brasil.

Leia também 10 veganos brasileiros com mais inscritos no Youtube e
13 maneiras de transitar para o veganismo



por Lari Chinaglia em 8 de março