Impulsionada pelos mercados de moda, móveis e automotivo, a demanda por couro vegano cresceu de modo exponencial nos últimos anos. Tudo isso se deve, principalmente, por ser uma alternativa mais acessível, sustentável e ética ao couro genuíno.

Primordialmente, produtos de couro vegano são livres de crueldade e, talvez por isso, tenham chamado tanto a atenção de consumidores e estimulado a movimentação desse mercado bilionário. Além de serem mais baratos que aqueles de couro animal, são também mais sustentáveis e democráticos. Os materiais incluem uma variedade de matérias primas que vão desde a cortiça, camurça reciclada, algodão vidrado até ao papel, PET e poliuretano, dentre outros.

Em virtude do crescimento da demanda, o futuro do mercado de produtos de couro vegano é bastante promissor, pois a tendência é que se expandam em ritmo acelerado nos próximos oito anos, segundo relatório de previsão da transparencymarketresearch.com, publicado recentemente.

Logo, durante o período previsto no relatório em questão, o principal impulso se dará, principalmente, devido ao aumento na demanda por esses produtos na indústria da moda, nos países em desenvolvimento. 

Não apenas avaliado em aproximadamente US $ 240 bilhões, como também em ritmo frenético de ascensão, o mercado de couro vegano deverá crescer a um CAGR (Compound Annual Growth Rate – ou Taxa Composta Anual de Crescimento, em português) de 5,61% de 2018 a 2026. 

No plano de fundo deste crescimento…

Certamente está a conscientização dos consumidores sobre as condições da indústria do couro está por traz do crescimento do mercado de couro vegano.

Afinal, os consumidores já sabem que na indústria de couro genuíno os animais enfrentam condições de confinamento extremo. Além disso, muitos animais – incluindo vacas, ovelhas, cabras, porcos, crocodilos, cobras e cangurus – são criados ou caçados especificamente para uso de suas peles.

Ademais, o couro animal também afeta o planeta, uma vez que são utilizados produtos químicos agressivos ao meio ambiente.

Simultaneamente, há o apoio do governo, já que muitas organizações encorajam causas de bem-estar animal, e em vários países proíbem o abate de animais para obtenção de couro e adotam medidas para reduzir as pegadas de carbono. 

Ao olhar para o futuro da indústria de couro vegano é possível inferir que o desafio atual se pauta na promoção de estratégias que elevem os benefícios do uso deste produto. Indústrias do mercado global se empenham em abraçar a causa e, por meio de fusões e novas instalações, promoverem o lançamento de novos produtos. Essas estratégias provavelmente impulsionarão o mercado de produtos de couro vegano durante o período previsto no relatório da transparencymarketresearch.com. 

Só para exemplificar as estratégias adotadas, em janeiro de 2018, a Pou Chen Corporation anunciou sua proposta para privatizar a Pou Sheng International Ltda, sua subsidiária com sede em Hong Kong, e responsável pelo varejo de roupas esportivas na China. O Conselho de Administração da Pou Chen Corporation aprovou o plano de gastar US $ 1,39 bilhões para adquirir completamente a Pou Sheng International Ltd. Em março de 2018, a NIKE, Inc. anunciou planos para adquirir a Zodiac Inc., uma empresa líder em análise de dados de clientes. em Nova York e Filadélfia (EUA).

O mercado de calçados lidera essa expansão

Em conformidade com a segmentação desse mercado, em calçados, estofados, bolsas, malas e carteiras, cintos e outros, o segmento de calçados parece dominar o mercado de couro vegano.

Como o principal segmento do mercado de produtos de couro vegano, estima-se que a indústria de calçados liderará o mercado desse durante o período de previsão. Em segundo lugar, bolsas e carteiras também participam do mercado, e acompanham a proposta de um futuro promissor. Neste caso, o segmento de bolsas e carteiras é impulsionado pelo aumento da demanda por estes na indústria da moda. A terceira fatia significativa desse mercado fica por conta das malas de viagem.

Onde está o futuro desse mercado?

De acordo com a transparencymarketresearch.com, que também segrega o mercado em América do Norte, América Latina, Europa, Ásia-Pacífico e Oriente Médio e África, a América do Norte e a Ásia-Pacífico são regiões importantes do mercado global de couro vegano. 

Ao passo que a Ásia-Pacífico detém importante participação nesse mercado no que se refere a consumo, na Índia e na China esse mercado deve se expandir em ritmo acelerado durante o período de previsão. Oriente Médio e África e América Latina são regiões emergentes do mercado de couro vegano.

Neste mercado de futuro promissor, participam grandes nomes como a Pou Chen Corporation, a Nike, a PUMA SE, a Adidas AG, a ASICS Corporation, a Samsonite International SA, o The LVMH Group, a VF Corporation, a VIP Industries Ltda. e a Gabriel SA., O Grupo Inditex, a Dicitex Furnishing, a Kvadrat SA, a MATT & NAT, a Delsey SA e o Decathlon Group.

Quer saber mais sobre o mercado de couro vegano? Leia sobre o couro de abacaxi escolhido por Hugo Boss. Saiba também como é feita a seda vegana.



por Nadia Ferreira Gonçalvez em 31 de julho