Você conhece a Bowery? A Bowery é uma empresa de agricultura moderna, também conhecida como fazenda vertical. Segundo a empresa, os seus produtos são a próxima evolução na agricultura. Todas as culturas plantadas em uma fazenda Bowery são cuidadas com precisão e sem pesticidas.

Recentemente a empresa resolveu levantar uma rodada de investimento para cultivar mais vegetais no meio da cidade de Nova Iorque e conseguiram fechar um investimento de US$ 90 milhões.

Quem liderou o investimento foi o Google Venture e, além disso, essa rodada contou com a participação da Dara Khosrowshahi, CEO da Uber. De acordo com a Venture Beat, a First Round Capital, a General Catalyst, a GGV Capital e a Temasek também participaram.

Quando foi fundada, em 2017, a Bowely já veio com a ideia de revolucionar a indústria agrícola. Atualmente, a empresa tem duas fazendas em Nova Iorque. O dinheiro da rodada será responsável por abrir outras duas na mesma cidade. Além disso, esse dinheiro vai permitir avanços tecnológicos e inovação para a empresa.

De acordo com Bowery, as fazendas internas oferecem uma solução para a escassez iminente de água e não exigem o uso de pesticidas nocivos. As fazendas não são afetadas pelas mudanças climáticas ou sazonais, e permitem que os cientistas monitorem de perto o processo de cultivo. O monitoramento garante que as plantas vão receber exatamente o que precisam, nem a mais nem a menos.

Atualmente, a Bowery cultiva colheitas como couve-bebê, rúcula e alface-manteiga e as fornece para as redes de restaurantes vegan-friendly Sweetgreen e Whole Foods.

“Estamos produzindo produtos pós-orgânicos, é a próxima evolução. É um produto melhor para nós, melhor para o crescimento e menos destrutivo para a terra. Estamos usando a tecnologia para cultivar o alimento mais puro possível. (…) Na Bowery, estamos repensando a aparência da agricultura em um mundo onde a água é escassa, as pessoas moram nas cidades e estamos despertando para os perigos dos pesticidas e outros produtos químicos” 


Irving Fain, o CEO da Bowery para a Fortune.

Afinal, o que é uma fazenda vertical?

As fazendas verticais são uma proposta inteligente para o cultivo da agricultura em larga escada. Hoje, cerca de 80% das terras adequadas para cultivo já estão em uso, e a agricultura em larga escala contribui para o desmatamento, a poluição, o esgotamento dos aquíferos e a mudança do clima.

Para combater esses problemas, a solução é começar a usar instalações de alta tecnologia. Em altas estufas internas, os agricultores plantam em canteiros empilhados, muitas vezes em cultivos hidropônicos (usando água em vez de terra), e controlam todas as variáveis possíveis – luz, água, temperatura, nutrientes – nos mínimos detalhes.

Só cresce a demanda por fazendas verticais

Com as populações aumentando e as mudanças climáticas se aproximando, as instalações para agricultura interna se tornam cada vez mais necessárias. As empresas estão se esforçando para minimizar sua pegada de carbono através da compra de produtos sustentáveis ​​de fazendas que estão por perto.

Outra empresa que se preocupou com a agricultura interna foi a Farm.One. Ela fica localizada embaixo de um restaurante com estrelas Michelin em Nova York, fornece seus produtos para os melhores restaurantes da cidade por meio de bicicletas ou metrô.

Essas fazendas verticais estão espalhadas em diversos lugares, mas principalmente em países superpopulosos como Coréia do Sul, Japão, China e Holanda.

É muito positivo vermos esse crescimento. A fazenda vertical mostra a tecnologia agindo em benefício do meio ambiente, e no final, todos saem em benefício.

Leia também 60 mil oportunidades de empregos surgiram por conta do veganismo e 4 perigos da carne para o meio ambiente



por Lari Chinaglia em 17 de dezembro