Ao escolher a dieta vegana, você está escolhendo a dieta mais eficaz na prevenção de doenças cardíacas segundo a American Heart Association.

O estudo feito pela American Heart Association (AHA) teve duração de oito semanas, e avaliou 100 participantes que sofrem de doença arterial coronariana. Alguns seguiram uma dieta baseada em vegetais e alguns seguiram a dieta recomendada pela AHA, que permite pequenas quantidades de carne magra, peixe, ovos e produtos lácteos com baixo teor de gordura.

O resultado foi surpreendente! O grupo que restringiu sua alimentação a uma dieta baseada em vegetais mostrou a inflamação reduzida significativamente mais em comparação com outros grupos. Estudos ligaram a inflamação a um risco aumentado de doença cardíaca. Muitos médicos especialistas afirmam que, ao reduzir a inflamação, o risco de sofrer um ataque cardíaco também é reduzido.

A partir disso, a AHA começou a perceber os reais efeitos de uma dieta vegana na prevenção de doenças cardíacas. “A dieta vegana reduziu significativamente a inflamação sistêmica e melhorou os perfis lipídicos em pacientes, enquanto a dieta recomendada pela AHA não”, observou a equipe do estudo nas Sessões Científicas da AHA em novembro.

Vamos falar de doenças cardiovasculares

As doenças cardiovasculares são um conjunto de problemas que atingem o coração e os vasos sanguíneos. Como resposta, esses problemas causam doenças e graves complicações à saúde da pessoa. As mais comuns são: hipertensão; infarto agudo do miocárdio; angina do peito; doenças nas válvulas cardíacas; doenças cardíacas congênitas; endocardite; arritmias cardíacas; miocardite e tumores no coração.

No geral, essas doenças afetam em maioria homens com mais de 50 anos. Mas não é regra. O risco costuma ser ainda maior em pessoas com colesterol alto, diabetes, pressão alta e com hábitos de vida pouco saudáveis, como sedentarismo, obesidade ou com níveis elevados de estresse, por isso, na maioria das vezes, é possível prevenir estas doenças.

As doenças cardiovasculares provocam sintomas desconfortáveis, como falta de ar, dor no peito e inchaço no corpo.

Importante: elas são a principal causa de morte em todo o mundo.

Aqui no Brasil, nós temos o Cardiômetro, um indicador do número de mortes por doenças cardiovasculares no País, criado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia. 

 Mais de mil mortes por dia, cerca de 43 por hora, 1 morte a cada 90 segundos.

Segundo Cardiômetro

Essas doenças causam o dobro de morte que todos os tipos de câncer juntos; 2,3 vezes mais do que acidentes e violência; 3 vezes mais do que doenças respiratórias e 6,5 vezes mais do infecções (incluindo a AIDS).

Por isso é muito importante cuidar da saúde e focar na prevenção dessas doenças.

Uma dieta vegana pode ajudar a prevenir doenças?

Vale lembrar que a dieta vegana não pode prevenir completamente a doença. Segundo especialistas, 80% das ocorrências poderiam ser evitadas com medidas simples de hábitos saudáveis, como evitar a ingestão de bebidas alcoólicas, cigarros e sedentarismo.

Porém a dieta a base de plantas ajuda a reduzir o risco de desenvolver doenças cardíacas, além de diabetes e alguns tipos de câncer. E os estudos não param por aí.

Um estudo financiado pelos Institutos Canadenses de Pesquisa em Saúde e pelo Centro de Dieta, Trato Digestivo e Doenças revelou que ao substituir duas porções de proteína animal em sua dieta por duas porções de proteína vegetal diariamente, os marcadores de colesterol poderiam ser reduzido em cinco por cento, diminuindo a chance geral de desenvolver doenças cardíacas.

Uma pesquisa do Comitê de Médicos para Medicina Responsável mostrou que o risco de diabetes tipo 2 em pacientes com excesso de peso poderia ser reduzido seguindo uma dieta baseada em vegetais.

E por último, mas não menos importante, um estudo conduzido pela Harvard T.H. Chan Escola de Saúde Pública revelou que consumir mais de cinco e meia porções de frutas e legumes por dia reduziu o risco de desenvolver câncer de mama em 11%.

No site do cardiômetro você também encontra outras dicas importantes de como evitar doenças cardíacas.

Por que é mais eficaz?

A alimentação a base de plantas possui baixos níveis de colesterol e gorduras saturadas. Como resultado disso, os riscos de entupimento de veias e artérias, que podem causar infarto, são diminuídos.

Outro fator está no consumo de sódio. Ele é muito presente em produtos industrializados em geral, por isso, ao adotar uma alimentação a base de plantas, você tende a diminuir o seu consumo. Além disso, as frutas e vegetais contém alto teor de água, o que é indicado para a diminuição da pressão arterial.

Nossa saúde deve ser uma prioridade, por isso pense sobre mudar seu estilo de vida e sua alimentação. Pequenas atitudes nos ajudam a evitar grandes problemas futuros. E o mais importante: procure um médico para tirar maiores dúvidas e fazer exames de rotina.

Leia também Segunda sem carne: realmente faz diferença? e Se tornar vegano está virando tendência



por Lari Chinaglia em 18 de dezembro